Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô

Participe da sessão Saudade do Alegrete, mande sua história para: email- [email protected] WhatsApp: 55 999287002.

Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô
Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô

O sucesso muitas vezes está numa jornada diferente daquela que, durante a infância muitos imaginam. Os sonhos devem sempre ter um objetivo e uma determinação para que o trajeto, independente dos percalços, não venha interferir na concretização de cada busca.

Assim, as edições do Saudade do Alegrete têm demonstrado a garra de cada um dos conterrâneos que, por algum motivo ou outro não tiveram oportunidade aqui, saíram e hoje são saudosistas e grandes empreendedores.

Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô
Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô

Nesta edição, a história é do alegretense Sandro Rodrigo dos Santos, hoje com 46 anos, casado e pai de dois filhos. Ele, que saiu de Alegrete com 20 anos, após dar baixa na Unidade Militar e não ter à época oportunidade de trabalho, hoje é um empresário de sucesso em Passo Fundo ao lado da família.

Durante a pandemia, Sandro se viu desempregado depois de 25 anos no ramo farmacêutico. A sua escalada foi natural, acrescenta. Ele começou como atendente, depois foi gerente de uma farmácia, sendo representante e também coordenador de equipe de distribuidoras de medicamentos, até chegar a representante comercial e, por último, propagandista na indústria farmacêutica.

Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô
Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô

A esposa por duas décadas atuou no ramo de seguros e, seu último trabalho foi à frente de uma loja de estética. Já o filho trabalhava como estoquista e a filha é estudante.

Com todo esse currículo, o casal se deparou em uma manhã, desempregados, e com apenas 400 reais. Sandro já havia recuperado a receita de um Pãozinho de alho que o avô, Bento Rocha, havia feito quanto ele era adolescente e residia aqui em Alegrete.

O alegretense pontua que o sabor, naquela época era de uma comida de rico e jamais esqueceu daquele gosto especial. Embora, o avô já ter falecido há dez anos, ele buscou a receita e a família aprovou aquele sabor inigualável do pãozinho, receita idealizada pelo avô Bento.

Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô
Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô

E, foi assim, que aquele único valor de reserva se transformou no maior desafio do casal que buscava uma saída para o momento de aflição diante da pandemia. Eles apostaram na receita e iniciaram a venda dentro de grupos de WhatsApp para amigos e familiares, assim como ex-colegas de profissão até que, com apoio de todos, a venda se expandiu para dois supermercados em Passo Fundo que atualmente já são 30 no total. O sucesso transformou a vida da família que trabalha unida e hoje tem a empresa Pãozinños São Bento em homenagem ao avô – seu Bento Rocha, verdadeiro chef e autor da receita – destaca Sandro.

Pãozinho de alho
Pãozinho de alho

A garra da família que unida transformou a dura realidade que estavam, desempregados, a partir de uma receita alegretense com um sabor inigualável da infância que Sandro confessa sentir muita saudade, já está para ser ampliada devido a grande aprovação.

Sandro sintetiza que sente muita saudade de Alegrete e que sempre estava por aqui. Deixou de vir no último ano devido à pandemia e também ao novo desafio que é mais uma forma de levar o Baita Chão para outros recantos através da receita do avô.

Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô
Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô

O Pãozinho de Alho alegretense transformou a vida da família deste desgarrado que tem uma amor imenso pela sua terra natal.

“MICA, EFIPAN, Porto dos Aguateiros, Pracinha dos Patos, piscina do Real, Clube Juventude, do outro lado da ponte, Campereada, Quiosque, Sorveteria Bambina… SAUDADES!!! Mas o local e termo que jamais vou esquecer é o carinhoso: “GURIZADA DOS BNH”. Avenida Assis Brasil, Cidade Alta exatamente no Bento Bicicletas, residência e ponto comercial dos meus saudosos avós: Seu Bento e a Dona Maria, ao lado dos blocos dos BNH foi ali minha infância e adolescência que apesar das dificuldades posso chamar de perfeita. Muitos amigos, Diek, Paulinho, Elvio, Leandro, Leonardo, Roger, Magrão, Betinho, Jaber, Berby..se tornaram irmãos. Cultivamos essa amizade até hoje, apesar da distância, através de um grupo de whatsapp, chamado…adivinha? “GURIZADA DOS BNH”  Foram anos brilhantes e inesquecíveis, mas Logo veio o temido serviço militar, lá estava eu: cabelo ralo, soldado 259, pelotão de comunicações na 12′ Cia Com, sem dúvida, o ano mais extenso da minha vida, não passavam as horas, os dias e os meses. Mas o ano passou, já era 1994. E a vida me aprontou essa. Adeus baita chão. Adeus minha terra natal, Adeus ALEGRETE!!! Infelizmente o destino me enxotou da cidade que até hoje amo!”- comentou.

Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô
Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô

Para concluir, Sandro acrescenta: “logo na chegada me deparo com aquela que era a vizinha mais linda de todas, a Daniela, e não deu outra, ela não resistiu ao Alegretense recém chegado – sorri!
Passaram 2 anos e nosso primeiro filho chegou, Guilherme, depois, mais 5 anos e nossa filha Eduarda. Era a minha família constituída. Minha base sólida e minhas raízes que se fortaleciam e isso foi o que determinou a minha permanência em Passo Fundo.”

Participe da sessão Saudade do Alegrete, mande sua história para: email- [email protected] WhatsApp: 55 999287002.

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Ilson Jaber

Que bom meu amigo Sandro(cavalinho) tudo de bom pra você obrigado por ter lembrado de mim(Jaber) abraços a você e muito sucesso.

Ana Rita

Boa tarde, fiquei com água na boca, mas faltou o ingrediente principal…..a receita do pão de alho do seu abençoado avô.