fbpx

Avança a ação indenizatória dos moradores do Bairro Nilo Gonçalves
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Mais uma vez o tesoureiro e ex- presidente do bairro Nilo Soares Gonçalves, Tiago Maicá, e o assessor da empresa ABDM(Associação Brasileira dos Direitos dos Mutuários), Jean Andriolli estão desenvolvendo um trabalho relacionado à ação que está sendo desenvolvida para ressarcir os moradores de todos os danos nos imóveis do Projeto Minha Casa, Minha Vida.

 

Colisão entre dois veículos, na Avenida Assis Brasil, deixa carona ferida

Há 7 anos ocorreu a entrega das casas e as demandas dos moradores são contínuas e cada vez mais expressivas.

Tiago sempre falou sobre as residências que apresentam vícios de construção e que a ação coletiva é contra a Caixa Econômica Federal.

Conforme Jean Andriolli, a ação em Alegrete é coletiva, mas individual nas questões técnicas, pois cada caso é diferente do outro. A coletividade é para que o maior número de pessoas realize o cadastro, explicou. Na esfera judicial a ação é individual. Mais uma vez,  a vinda dele a Alegrete tem como objetivo auxiliar os moradores e realizar mais cadastros.  No total são 450 casas.  Dos que já realizaram,  a boa notícia,segundo  Jean é  que o Juiz solicitou a suspensão dos processos para realizar as perícias nas residências.  De acordo com Jean essa é uma notícia muito importante, eles estão apenas aguardando para saber como serão realizadas as perícias se será por amostragem, um exemplo.

Distanciamento Controlado: com mais de 7 mil testes realizados, Alegrete inicia mais uma rodada na bandeira laranja

” O melhor de tudo é que logo após a Perícia, diante da confirmação do que está no processo,  logo as famílias serão indenizadas” – completou.

Jean fica até o final dessa semana em Alegrete. Quem tiver interesse deve ir até a sede da Associação para mais informações.

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •