Boatos no WhatsApp ampliam sensação de insegurança

Zero Hora checa a veracidade de mensagens que circularam no final de semana pelo WhatsApp

watts

Não bastasse a onda de criminalidade real, os gaúchos conviveram com uma série de boatos que tornou ainda mais atemorizante o tão esperado feriadão. A maior parte dos alarmes foi disparada pelo WhatsApp. Zero Hora contabiliza alguns deles e mostra o que há de verdadeiro.

Mensagem de texto enviada pelo WhatsApp, supostamente de uma empresa de vigilância:

Pessoal, orientação do Pedro, proprietário da empresa STM de vigilância: na noite de hoje (sábado) não sair de casa. Programada forte rebelião dos traficantes da Cruzeiro, por ordem de dentro do Presídio Central. Só pra avisar!

A verdade:

Proprietário da STM Alarmes Monitorados, Pedro (o sobrenome não foi informado) disse, domingo, não ter repassado qualquer orientação à população. Ele afirma ter recebido a informação sobre uma suposta rebelião de traficantes da Cruzeiro por um grupo de WhatsApp de moradores da Tristeza e comentado com uma pessoa, mas garante que não repassou adiante o boato por mensagens ou telefonemas.

Gravação enviada pelo WhatsApp, supostamente da amiga do filho de uma policial:

Olha só, eu tô de plantão e tenho um colega que a mãe dele tem uma amiga de dentro da Polícia. Ela ligou agora para avisar ele que o pessoal dos presídios tá se organizando para fazer um ataque em massa aqui em Porto Alegre. Talvez Porto Alegre e Interior, por causa daquela confusão na Vila Cruzeiro. Vai ter um toque de recolher às 20h, eles tão avisando os amigos deles. Então avisem pros amigos de vocês, só pelo WhatsApp, não pelo Facebook: avisem para não sairem para a rua hoje depois das 20h. Já teve morte ontem, assalto, roubo…Então avisem quem vocês conhecem.

A verdade:

Não aconteceu ataque em massa, muito menos vindo dos presídios. Não foram registradas rebeliões e nem arrastões na noite de sábado.

Mensagem de texto enviada pelo WhatsApp supostamente por um preso em Charqueadas a policiais civis na sexta-feira:

Nois vai queimar tudo aqui amanhã vai tremer o Rio Grande do Sul, eles vão ter que achar a solução… (…) Tu viu o que tá acontecendo ali no Buraco Quente da Cruzeiro do Sul? Amigo, vamos mostrar pra esse governo que eles precisam de vcs pra manter os filhos deles seguro destes criminosos… Pega teu salário, amigo, e oferece pro Sartori e dá uma pistola .40 pra ele e manda ele caçar bandido nas vila, onde eles tão bem mais armado do que vcs…

A verdade:

Não houve rebelião em presídios sábado. Não ocorreu ataque de presidiários, nem revolta na Cruzeiro.

Fonte: Zero Hora

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *