Brigada Militar prende abigeatário com mais de 300kg de carne em Alegrete

Em mais uma ação rápida, os policiais localizaram um dos acusados e a carne em uma residência no bairro Airton Senna I.

De acordo com o registro, na madrugada desta terça-feira (28), a guarnição recebeu denúncias de que os irmãos “Couti” estariam carregando carne sem procedência, a cavalo, no referido bairro.

Os policiais foram ao endereço e constataram que havia carne de duas vacas em uma área da casa. No local, um dos acusados, de 28 anos, e um menor, de 17 anos, estavam tirando o couro da carne. Um indivíduo conseguiu fugir ao ver o giroflex da viatura e não foi localizado.

Na casa, também, estavam os cavalos e os arreios. Ao ser questionado sobre a procedência, o abigeatário disse que eles tinham carneado em um campo na entrada dos Boiões, no Caverá.

No lugar apontado foram localizadas as vísceras e cabeças dos bovinos. Uma testemunha disse que as reses seriam de um empresário.

Diante da constatação do crime de furto/abigeato, o acusado e o menor foram encaminhados à Delegacia de Polícia.

Em contato com a autoridade policial foi determinado flagrante para o “Couti” de 28 anos. O menor foi ouvido e liberado na presença de um responsável. Ele ficou como testemunha.

A carne apreendida, mais de 300 kg, vai ser encaminhada à Secretaria de Agricultura.

O acusado tem uma extensa ficha criminal dentre as ocorrências furto, roubo com lesão e homicídio.

A ação envolveu quatro guarnições compostas: sargento Miguel e soldados Luciano, Leal, De Lima, Guerra, Matheus, Carlosso, André, Gutierre. Também contou com apoio do soldado Silva Santos.

A ocorrência iniciou por volta da 1h30min. Os cavalos ficaram com uma fiel depositária até a manhã de hoje. O caminhão da Guarda Municipal vai recolher os equinos para o Potreiro Municipal.

O risco à saúde é iminente ao consumir uma carne como esta. Principalmente para crianças e idosos. Por esse motivo, a importância da denúncia.

Compartilhe
  • 996
  •  
  •  
  •  
  •  
    996
    Shares