Calor de 36ºC e pancadas de chuva é a previsão do tempo para o restante da semana em Alegrete
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nos últimos sete dias, a chuva forte alcançou apenas a divisa com Santa Catarina, longe das áreas produtoras do Rio Grande do Sul. Na Zona Sul, a estiagem mais intensa diminuiu o nível de reservatórios e a produtividade em fazendas de Arroio Grande e Pelotas.

A chuva intensifica sobre todo o RS no momento em que 5% da área encontra-se em maturação, pouco mais de 20% em estágio vegetativo e quase 75% em estágio reprodutivo.

A previsão divulgada pelo INMET, para esta terça-feira (26), em Alegrete é muitas nuvens com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. A máxima chega aos 30ºC, com a umidade relativa do ar em 100%.

Já na quarta-feira (27), o dia será nublado com pancadas de chuva e trovoadas. A umidade continua altíssima e a temperatura não passa de 29ºC. Na quinta (28), a previsão é de mais um dia com muitas nuvens com pancadas de chuva.

Para sexta-feira (29), o tempo terá muitas nuvens com possibilidade de chuva isolada. A temperatura inicia em 19, e alcança os 36ºC, com umidade máxima.

A precipitação mais intensa é a partir de hoje (26) e prosseguirá até, pelo menos, a segunda-feira (1) da semana que vem. Mas para os próximos 15 dias, a chuva não irá parar completamente até o fim da primeira semana de fevereiro.

Se por um lado a chuva forte poupa água de reservatórios e aumenta a umidade do solo, por outro lado, deixa a luminosidade bem mais baixa. Em sete dias, até o domingo que vem (31), estima-se até 100mm no Centro e Oeste do Estado.

Na primeira semana de fevereiro, o acumulado oscilará entre 35mm e 50mm na maior parte das áreas produtoras do Rio Grande do Sul. A tendência é de migração da chuva para as Regiões Sudeste e Centro-Oeste e tempo mais seco a partir da segunda semana de fevereiro.

Apesar da chuva, espera-se calor acima do normal nesta semana na maior parte do Estado e próximo da média na semana que vem. Serão poucos os dias com temperatura máxima mais baixa, casos da quarta e quinta-feira desta semana e entre o domingo e terça-feira da semana que vem.

Júlio Cesar Santos                Fonte: IRGA       Foto: Eduardo Silveira


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •