Clientes da Oi estão sem telefone fixo há 19 dias no Passo Novo



Depois de todo o alvoroço na cidade por causa da liminar concedida pela Juíza Caren Letícia Castro Pereira, da 1ª Vara Cível, a pedido do Ministério Público, que impedia a empresa de comercializar seus serviços, a operadora Oi volta a deixar na mão, sem telefone fixos a mais de 20 famílias. 
Moradores do lado Sul da Vila de Passo Novo estão sem telefone desde o dia 28 de dezembro de 2014 devido a um novo rompimento de cabos, causado por um dos caminhões da Corsan que carregava uma escavadeira.

PAsso novo sem telefone.jpg 1
Segundo a moradora Suélen Squizani Gagstetter, que também está com o telefone mudo, o fato foi comunicado a Oi ainda em 28 de dezembro, e a empresa novamente não forneceu prazo de solução do problema.
A liminar concedida em novembro de 2014 foi suspensa pelo Tribunal de Justiça, após a Oi recorrer da decisão da Justiça de Alegrete com o argumento de que a proibição de vendas lhe causaria prejuízos financeiros “irreversíveis”.

PAsso novo sem telefone
O processo 002/1.14.0003771-6 continua tramitando, aguardando manifestação do Ministério Público para nova decisão do Tribunal de Justiça em Porto Alegre, que após a análise, poderá decidir se suspende ou não a Oi em Alegrete mais uma vez. O Ministério Público foi acionado novamente em 09 de janeiro de 2015 pela Comissão de Desenvolvimento de Passo Novo a respeito do problema atual.
Contatada, a Oi informa que não vai se manifestar sobre o assunto.

Fotos: Cleni Paz da Silva

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *