CTG Farroupilha mantém extensa programação até 20 de setembro

Compartilhe
  • 237
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    237
    Shares

No dia 13 de Setembro, historicamente, os cavalarianos invadiam às ruas  de Alegrete. Desde cedo ocorria a preparação com a saída do Marco da Três Divisas e todo o envolvimento que culminava na Praça Getúlio Vargas. Alegrete é uma das cidades com maior Desfile de cavalarianos, aproximadamente 4 mil tradicionalistas e prendas, entre CTGs e Piquetes.

O 12º Canto Farroupilha, em setembro, será uma Edição Virtual

Pela primeira vez em 70 anos, o acendimento da chama teve um ritual diferente em razão da pandemia do novo coronavírus. Na Praça, ocorreu com um cerimônia tímida com poucos convidados e cada CTG e Piquete iria realizar o seu próprio acendimento da chama.

A reportagem do PAT  recebeu a chegada da chama no CTG Farroupilha. Com dois peões e, mesmo que por um curto trajeto, eles chegaram a cavalo.

 

Com extensa programação e com o lema, Sou de Alma Farroupilha, o CTG terá várias apresentações em lives durante a Semana Farroupilha, além de um cardápio muito saboroso.

 

Conheça a equipe do CTG Farroupilha que vai participar do Desafio em homenagem aos profissionais da saúde

A chama chegou com os cavalarianos João Vitor Menezes -2º peão do RS e Pedro da Rosa Medeiros – 2° Guri do CTG. Também estavam presentes a Patroa do CTG, Caroline Figueiredo; Lorenzo Tajes de Moraes que é 1° piá do CFTG;  Caroline Rei, Segunda prenda juvenil do CTG Farroupilha; Milena Antunes, prenda adulta CTG Farroupilha; Manuela Gonçalves dos Anjos – prenda Pré Mirim;  Luiza Parcianello – prenda Pré Mirim; João Vitor Menezes – 2° Peão do RS; Guilherme Ribeiro Rossi – 3° Guri do RS; Airton Paz Ribeiro Neto – 1° Guri da 4°RT; Isadora Moraes de Menezes – 2° Prenda da 4°RT e Quetlen da Mota Lopes 3° prenda juvenil.

A primeira “Corrida do Fogo Simbólico”, no Brasil, foi realizada em 1938, por Túlio de Rose. Em 1947, o Rio Grande do Sul, através do “grupo dos oito”, ampliou o significado do “Fogo Simbólico”, e eternizou, o feito de Túlio de Rose, transformando a “Tocha” em “Candeeiro” e o “Fogo Simbólico” em “Chama Crioula”.

 

 


Compartilhe
  • 237
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    237
    Shares