Curso de Medicina Veterinária participa da 34ª Fenovinos de Alegrete

O curso de Medicina Veterinária da Urcamp Campus Alegrete, através da coordenadora Adriana Stigger e demais professores, está participando do “Brete do Conhecimento”, que aborda a área da pesquisa e ensino dentro da 34° Fenovinos.

Dentre os temas escolhidos, oficinas de cortes e processamento da carne ovina, com degustação de produtos como hambúrguer, linguiça e patê, entre outros confeccionados pelos alunos, controle da verminose, visualização de enfermidades encontradas na inspeção de abatedouros e o controle da “Maria Mole” através do pastejo com ovinos. O objetivo da atividade é divulgar o curso de Medicina Veterinária, com 25 anos de atuação na cidade e região, conscientizar produtores, além de mostrar algumas das áreas de atuação do profissional veterinário.


A Urcamp também está presente nesta edição da Fenovinos, através dos acadêmicos Alexandro Soares, Alexsander Lopes, Bruna Vaz, Gabriel Ribeiro, Matheus Paz, Pedro Quoos, Victória Martins, Junior Nogueira. Eles realizam estágio na admissão dos ovinos e durante a condução dos animais na pista de julgamentos.


“Ficamos extremamente felizes quando soubemos que a 34ª FENOVINOS seria realizada em Alegrete. Destacamos a importância da ovinocultura na nossa região, que produz e comercializa material genético ovino de alta qualidade.

A FENOVINOS é uma exposição itinerante, e é considerada uma das principais exposições da Ovinocultura Brasileira”. Desta forma, nosso corpo docente estimula constantemente a participação dos alunos em atividades de extensão, onde podem exercitar de forma prática os conhecimentos adquiridos nas aulas, explica a coordenadora do curso de Medicina Veterinária, revela a coordenadora do curso de Medicina Veterinária Campus Alegrete, professora Adriana Stigger.


A professora acrescenta que a aproximação com os criadores, tratadores, animais e o público em geral, permite a criação de uma rede de contatos sólida e essencial para o sucesso no exercício profissional. Além disso, a relação na feira, com material genético de ponta é também fundamental para a formação dos acadêmicos.


A Medicina Veterinária integra a Graduação i Flex da Urcamp, onde todos os cursos, antes oferecidos somente na sede em Bagé, agora também são oferecidos nos Campi. Isso porque o novo modelo de ensino inovador, mescla aulas virtualizadas com as práticas, com um rodízio semanal de professores e coordenadores de cursos aplicando as aulas de forma presencial.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários