Município abate búfalos que são consumido aqui e em outras cidades

A da Secretaria e Agricultura e Pecuária -que tem o O Serviço de Inspeção Municipal- SIM que, também tem o certificado do SISBI, possibilita abater e comercializar carne em todo território nacional, o que serve de referência a outras várias cidades do Estado e inclusive, enviar carne ovina, por exemplo, para fora do Brasil.

No abatedeouro São Jorge, de acordo o veterinário Fábio Barrios, são abatidos, em média, 290 bovinos e 28 bubalinos por mês.A maioria das carcaças aqui em Alegrete abastece os açougues da cidade, mas também vai carne para  Uruguaiana, Quaraí e agora começaram a abastecer Manoel VianaO serviço é tercerizado, os açougueiros compram diretamente dos produtores e o abatedouro realiza o abate e entrega as carcaças. Nós do SIM só realizamos a fiscalização para liberação ao consumo, explica Barrios.

Aqui temos o SISBI  o que possibilita o Município de Alegrete comercializar carne em todo território nacional.A maioria dos açougues da cidade compra os animais abatidos nos frigoríficos e dizem ser carne de ótima qualidade, salienta o veterinário.  

Em relação a carne de búfalo, dizem que são abatido animais jovens, com no máximo 24 meses e alguma carne  é vendida aqui, mas na maioria das vezes o destino é Uruguaiana.

Fotos: arquivos  pessoal

Vera Soares Pedroso

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *