Polícia Civil e BM de Alegrete participam da “Marcha pela Segurança” na Capital

Servidores estaduais participaram do manifesto frente ao Palácio Piratini, em Porto Alegre. Categoria reclama do atraso dos salários e pede manutenção dos direitos à aposentadoria.

Ato mobilizado por servidores estaduais da Polícia Civil, da Brigada Militar (BM) e do Corpo de Bombeiros na terça-feira (17), em Porto Alegre, contou com representantes de Alegrete.

Com a participação de diversas cidades do Rio Grande do Sul, eles realizaram o ato “Marcha pela Segurança”. O principal objetivo da mobilização estadual é responder o governo estadual, já que a categoria afirma que “não irá pagar a conta da crise”.

A classe reivindica a manutenção dos direitos adquiridos e pede que o governo não mude as regras da aposentadoria, ainda mais em um ano em que pelo menos cinco policiais morreram em serviço.

De Alegrete, um grupo de policiais civis entre inspetores e escrivães, assim como policiais militares aposentados, participaram e representaram os demais colegas.

O grupo de policiais de Alegrete foi unânime em afirmar que a mobilização é cobrança por melhores condições salariais.

Para o Presidente da Associação dos Policiais Militares de Carazinho e Região (Abecar), Gerson Maioki, a manifestação realizada na Capital do Estado nesta terça-feira, teve o objetivo principal de cobrar melhores condições salariais para policiais da ativa e inativa.

O término do pagamento dos vencimentos de agosto ainda não possui data para ocorrer, destacaram os policiais durante a marcha desta terça na Capital do RS.

Júlio Cesar Santos Foto: reprodução Fonte: UGEIRM

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *