Presídio de Alegrete com visitas reduzidas até sexta-feira

A paralisação dos agentes penitenciários de Alegrete é reflexo de medidas tomadas pelo Governo Sartori, como o parcelamento de salários e a possibilidade de aumento de impostos para tentar frear a crise financeira que atinge o Estado. Nesta quinta-feira (20), dia de visita os familiares de apenados devem atentar para a medida grevista, de somente um visitante por preso e, não será permitida a entrada de sacolas.

presidio sindicato

IMG-20150818-WA0004

No Presídio Estadual de Alegrete, as atividades externas estão suspensas e as internas ocorrem, porém, com restrição de visitas aos presos. Apenas um visitante terá acesso ao apenado e não será permitida a entrada de sacolas com suprimentos para os mesmos. A paralisação teve início na última quarta e prossegue até sexta-feira, 21.

IMG-20150818-WA0003

Segundo Paulo Henrique, chefe de segurança e disciplina, estão mantidos os serviços essenciais como alimentação, pátio e o atendimento médico hospitalar de urgência.
presídio corredor
O diretor afirma que não há movimentação de apenados para audiências, transferências, exceto alvará de soltura. “Nenhuma atividade administrativa e de tratamento penal será realizada”, explica Paulo Henrique.

 

presídio-viatura
Segundo o Sindicatos dos agentes penitenciários a rotina na casa prisional deve voltar a normalidade no próximo sábado.

presidio teto

Os servidores já realizaram um dia de paralisação, em todo Rio Grande do Sul. Os agentes não descartam retomar a greve caso o governo volte a atrasar ou parcelar os salários.

presidio revista

presidio

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *