Réus acusados de coautores na morte de um homem em 2003 foram absolvidos
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na segunda- feira(7), foi realizado o 9º julgamento do ano pelo Tribunal do Júri da Comarca de Alegrete.

O Ministério Público acusou 4 réus de participarem com 3 adolescentes do homicídio ocorrido em 1º de janeiro de 2003, por volta das 6h, em via pública, na Rua Venâncio Aires, próximo ao Posto São Cristóvão, em Alegrete.

A vítima teria sido morta mediante golpes de faca, socos e pontapés. O crime teria ocorrido por motivo fútil em vista da rivalidade de gangues, bem como mediante recurso que tornou impossível a defesa da vítima que estava desarmada e foi atacada, inclusive, pelas costas quando estava caída no chão.

 

 

O Tribunal do Júri acolheu o pedido do Ministério Público e das Defesas Técnicas de que não havia provas de que os 3 réus julgados tivessem participado do crime, pois as provas apontavam como autores das agressões os adolescentes e o quarto réu que morreu no curso do processo, razão pela qual foram absolvidos.

 

Pelo Ministério Público atuou o Promotor Rodrigo Wolf Piton, pela Defesa Técnica o Defensor Público Willian Foster de Almeida e o Advogado Itauba Siqueira de Souza Junior, sendo que a sessão foi presidida pelo Juiz de Direito Rafael Echevarria Borba.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •