Vini Roodes: o persistente músico alegretense e acadêmico do Curso de Direito

Com 11 anos, o alegretense, pegou o violão e desde então nunca mais largou.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Vinicius Pires Roodes Rodrigues, começou na música muito jovem. Teve influência direta do pai Oscar Roodes Rodrigues que foi músico por muitos anos.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Com 11 anos pegou o violão e desde então nunca mais largou. Com alguns meses de aprendizado já participava junto com o pai em apresentações no Bar Hum, que na época era muito frequentado por músicos e apreciadores de boa música.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Desde as primeiras apresentações sempre teve gana em desenvolver mais a aptidão musical, desde então estudou muito sobre violão.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

O alegretense tocou MPB por alguns anos e logo, por volta dos 14 anos, se envolveu com o tradicionalismo. No CTG Farroupilha, onde se filhou participou do seu primeiro concurso de violão. Estreou na Campereada Internacional de Alegrete, em pleno Parque Dr. Lauro Dornelles.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Não conquistou premiação na época, porém a persistência nos anos consecutivos deu resultado. Prêmio de primeiro lugar no violão solo juvenil e adulto por diversas vezes, também fora da cidade em outros rodeios.

Participando de festivais nativistas com inúmeros cantores de Alegrete e também de outras cidades, sendo premiado em vários deles, inclusive muitas vezes no Canto Farroupilha de Alegrete com inúmeros prêmios de música mais popular, o violonista se especializou.

Lembra que foi apresentado ao estúdio de gravação do Zolá Duarte, no qual gravou algumas obras inéditas que vieram a ser premiadas nos festivais.

Já inserido no meio musical, iniciou a montar seu primeiro home estúdio, gravando com diversos amigos músicos do meio nativista e fora dele. Com os 18 anos, foi tocar nas boates da época como o Hangar Bar, Barepub, Vinil e outros locais, junto do Grupo A+ em sua primeira formação.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

“Trabalhamos alguns anos juntos no qual renderam muitos aprendizados por se tratar de um estilo novo para mim, o pagode. Depois disso recebi o convite do cantor Baialardi para integrar a sua equipe como guitarrista, violonista e também fazendo alguns trabalhos de produção musical de show. Tocamos em muitas cidades do RS dentre elas muitas boates como a Moon Nightlife(SM), Woods (Porto Alegre), referências”, explica Vinni como é chamado pelos conhecidos.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Na parte de produção musical lançou a primeiro música autoral “Eternamente Eu e Você”, um dos compositores da canção do Grupo A+.

Como a maioria dos músicos, o alegretense teve de se reinventar. Começou a pensar de forma um pouco diferente. Durante esse tempo fez curso de mixagem com o engenheiro de áudio Flavio Liborio, que trabalha com artistas de renome como Simone e Simaria, Barões da Pisadinha e muitos outros. Também fez curso de mixagem em home estúdio com o o engenheiro de áudio Paulo Anhaia, no qual trabalhou com alguns artistas como Charlie Brown Jr, Titãs, CPM 22 entre outros.

Atualmente Vini aos 23 anos, é estudante do Curso de Direito na Urcamp, e retorna a carreira como cantor fazendo acústicos nos bares da cidade, dentro das normas previstas para o atual período. Atua trabalhando na parte de conteúdo para a internet, gravando músicas no seu home estúdio e colocando no papel projetos para o pós pandemia.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Confira o bate-papo com o violonista:

Portal: Como está sendo esse retorno, tocando pela cidade ?
Está sendo gratificante. A música me acompanha desde sempre e ficar esse tempo longe dos palcos no faz refletir o quanto faz falta levar a alegria para as pessoas.

Portal: Tu iniciou tocando em eventos farroupilhas, daí partiu para o pagode. São muitos anos de estrada. Se considera um músico completo ou ainda falta alguma coisa ?
Falta muito ainda, a gente está sempre aprende algo novo a cada experiência que vivemos, e muitas das vezes aprendemos com pessoas que nem são do nosso meio profissional. A estrada nos traz várias vivências e experiências que nos fazem repensar o modo de agir para procurar evoluir mais como músico e pessoa.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Portal: Independente da pandemia qual avaliação do cenário musical alegretense ?
A cada ano que passa surgem músicos novos, mas também vemos outros pararem, mas nota-se a crescente nos últimos anos e acredito que com o destaque que Alegrete anda tendo, tanto regional como nacionalmente, os músicos tenham o incentivo que as vezes lhes faltam.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Portal: Tu tens se aperfeiçoado em várias frente. Vem projeto por aí ?
Vem sim! Algo novo que vai misturar as tantas influências que tenho no meio musical, mas também o gosto pessoal que carrego em cada nota que toco.

Portal: Como está o Curso de Direito? Pretende atuar em qual área depois de aprovado ?
Está sendo ótimo, tenho me aprofundado em áreas que nos fazem refletir o momento que o país está passando e quão benéfico seria se cada cidadão tivesse o mínimo de conhecimento sobre o direito. Pretendo atuar na advocacia, porém seguir me especializando no decorrer do tempo.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Portal: Qual o teu maior desejo para a cultura musical de Alegrete ?
Não só para a cultura musical alegretense, como para a cultura num todo eu desejo que os músicos notem o quanto a música é importante para quem trabalha com ela e o quanto de verdadeiro à nisso, e se expressado de forma correta tocará os corações de quem ouve, transmitindo a sua verdade e seu profissionalismo de forma humilde e perseverante.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Portal: Como músico qual foi a maior dificuldade que tu enfrentou até aqui ?
Com certeza foi a pandemia, porque eu só via isso acontecer nos livros de história, nos filmes de Hollywood e nunca imaginei passar por isso em vida, então foi algo que assustou muito e ainda assusta, mas aos que poucos todos estamos nos reinventando para almejar um futuro melhor.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Portal: Estamos ainda num momento crítico da pandemia. Qual a tua percepção sobre esse retorno das atividades noturna na cidade ?
Estamos com medo e vamos trabalhar com medo, porém é necessário. Sei que não sou o único a estar correndo esse risco então devo me cuidar respeitando os protocolos de segurança dos bares onde toco, para assim poder cuidar da mim e de quem está por perto.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Portal: Qual a mensagem que tu deixaria para aqueles que estão começando a tocar violão e pretendem crescer como músico ?
Que procurem ser verdadeiros e sentimentais com a música, por mais que as vezes possa ser um hobby, a música poderá curar feridas e ajudar a te transformar em um ser humano melhor. Se pretende crescer como um músico, o mínimo é estudar como se fosse estudar para um concurso onde tu saberá que precisará estudar todos os dias, porque como qualquer profissional que tem muito êxito no mercado, se exige muito trabalho, esforço e perseverança para não desistir e seguir em frente.

Vini Roodes: músico alegretense
Vini Roodes: músico alegretense

Júlio Cesar Santos                                            Fotos: acervo pessoal