Alegrete vai exportar cerca de 200 mil sacas de arroz para o México

Buscando reduzir o estoque do grão, a Associação dos Arrozeiros de Alegrete organiza um grupo de produtores locais para exportar para o México.

Arroz para exportação
Arroz para exportação

Giovano Parcianello, diretor técnico da Associação, diz que o objetivo é estabilizar o preço no mercado nacional e conseguir viabilizar a lavoura do ano que vem, já que os insumos e custos da produção aumentaram cerca de 35%, esclareceu.

Márcio Sônego lança livro sobre a história de trabalhadores negros da União Operária de Alegrete

O objetivo é sair daqui de Alegrete 200 mil sacas de arroz para o México. A Associação de Arrozeiros de Alegrete está em contato com pordutores de municípios da Região para que também façam adesão a esta negociação, em que cada saca do produto vai ser de 74 reais com descontos da taxa de comercialização e isenção de Funrural.

Em gesto de honestidade, ciclistas deixam bilhete em veículo avariado

Ele disse que 70% do arroz do Brasil é produzido no RS. A exportação é feita através de empresas do setor e o carregamento será através de navios desde o Porto de Rio Grande.

Temos que buscar a valorização de nosso produto, do trabalho da lavoura arrozeira para conseguir, inclusive, aumentar a produção e a empregabilidade do setor aqui no Município, comentou Parcianello.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários