Alta da UTI covid com pedido de casamento emocionou equipe, familiares e amigos

Anderson, ainda debilitado e com a voz baixa, agradeceu muito a todos que o auxiliaram para que a surpresa fosse possível.

“É preciso amar mais” – essa frase do paciente que realizou um lindo e emocionante pedido de casamento ao deixar a ala Covid-19, em Alegrete, talvez tenha sido uma das mais impactantes aos que acompanhavam a sua saída.

Anderson Javarez, 37 anos, se comoveu e surpreendeu a companheira, Marielle Pires de 36 anos, ao reencontra-la no saguão do hospital com um balão com pedido de casamento, flores e um anel. Internado devido a complicações da Covid-19 desde o dia 29 de junho, o gerente de serviços, passou pela máscara de oxigênio, VNI e, sem a reversão do quadro, precisou ser intubado. Foram sete dias que, além da intubação, ele também passou pelo método pronar – uma antiga técnica que atualmente tem sido adotada em muitos pacientes intubados em decorrência da covid-19.

Foragido de Charqueadas é preso, pela Polícia Civil, ao tentar aplicar golpe em Alegrete

Foram dias difíceis, mas Anderson acrescenta que o seu encontro com Deus foi em um momento único, se emociona e ressalta que não poderia ser diferente, ao sair, o pedido de casamento à companheira, representa todo amor, força, lealdade, carinho e cumplicidade que há 20 anos dedicados ao relacionamento.

O casal tem uma filha de 2 anos que também se emocionou ao ouvir o pedido e rever o pai. Sem exitar, muito emocionada, Marielle que também estava acompanhada da mãe, disse – sim!.

Ao sair, ela disse à reportagem que não fazia ideia do que ele estava preparado. A maior dádiva, já era a sua recuperação e saber que ele estava dando alta da ala covid, na manhã de quinta-feira(15). Porém, estava muito feliz com o pedido e, com certeza foi um momento muito marcante, inesquecível.

Anderson, ainda debilitado e com a voz baixa, agradeceu muito a todas as enfermeiras que foram incríveis e cúmplices para que ele pudesse realizar o desejo de fazer o pedido de casamento. O casal está residindo em Alegrete há sete anos, Anderson é natural de São Borja, mas residiu desde a infância em Uruguaiana, onde conheceu a uruguaianense Marielle.

Além da sogra, Nari Pires e da filha Sara, dois amigos e colegas de trabalho também participaram do momento, pois estavam aguardando a sua saída da ala Covid-19.

Marielle, momentos antes da saída de Anderson, conversou com a reportagem, sem nem ao menos desconfiar do que estava por acontecer. Ela descreveu os momentos difíceis, pela ausência do companheiro, a angústia por saber que ele seria intubado, mas agradeceu a todos da Santa Casa pelo cuidado e carinho com ele.

Ela também comentou que, no final do ano passado foi infectada e passou por períodos difíceis, mas não foi internada. Agora, a família terá um recomeço com a gratidão de ter vencido a Covid-19 e ainda marcar esse momento com o enlace que sela o amor do casal.

Veja no link, a saída de Anderson: https://fb.watch/6NW81Hczva/

Flaviane Antolini Favero