Briga por não aceitar irmã trans resulta em homem esfaqueado

Mulher transgênero é agredida, entra em luta corporal e irmão é esfaqueado. Ele foi socorrido pelo Samu com um ferimento no abdômen e outro nas costas.

Na tarde de domingo(8), a trans, de 31 anos, foi à Delegacia e realizou um BO, acusando os irmãos gêmeos de agressões físicas e verbais. Ela que estava com um corte profundo na mão, informou que para se defender havia esfaqueado um dos irmãos de 38 anos.

Conforme relato da vítima, os dois irmãos não aceitam o fato dela ser transgênero. Ela reside com a mãe, no bairro Cidade Alta e estava em casa cortando um tomate, no momento em que um dos acusados chegou embriagado e começou a xingá-la. A vítima foi ofendida várias vezes com palavras grosseiras, além de ter sido agredida. Para se defender acertou o irmão com uma faca. Porém, também, ficou ferida com um corte profundo na mão, pois o agressor queria retirar a faca de sua mão.

Assim que o homem foi levado pela SAMU, o outro irmão que é gêmeo entrou na casa e quebrou vários objetos. Ele também ofendeu a transgênero e disse que iria se vingar pelo irmão que estava no hospital.

A vítima fez registro na delegacia contra os irmãos e não pode pedir medidas protetiva devido à sua condição sexual.

Compartilhe
  • 606
  •  
  •  
  •  
  •  
    606
    Shares