Caetano é mais um gauchinho que saiu “pilchadito” do hospital

Na manhã de quinta-feira, 18 de janeiro, mais um gauchinho saiu da maternidade, em Alegrete, honrando as tradições do Rio Grande do Sul.

Caetano Abreu de Lima deixou o Hospital de Guarnição de Alegrete (HGUA) com o orgulho de suas raízes, vestindo-se a caráter e levando consigo as primeiras experiências marcadas pelo amor à cultura gaúcha.

O nascimento de Caetano, registrado às 8h56 do último dia 16, foi motivo de alegria para seus pais, Angélica Abreu de Lima e Daniel Vaz de Lima. “Saibam que nosso filho é saudável e muito tranquilo. Somos gratos a Deus e a toda equipe incrível que nos recepcionou e atendeu durante nossa internação, incluindo nossa maravilhosa consultora de amamentação, Carolina Trindade,” expressou Angélica.

Ao chegar em casa, a família iniciou o processo de adaptação à nova rotina. A gestação de Caetano foi marcada por uma abordagem tradicional, onde os pais se dedicaram a envolver o pequeno desde os primeiros momentos nas tradições gaúchas. “Como tudo do Caetano é tema gaúcho e contém cavalos, mandamos confeccionar bombachas para pai e filho. É importante para ele crescer entendendo o valor da tradição. Tenho certeza de que vai se agradar muito ao rever as lembranças quando crescer,” afirmou a mãe.

Depois de gravíssimo acidente, ele contrariou prognósticos médicos, venceu cada desafio e hoje vê a vida com outros olhos

O chá de fraldas, realizado por meio de um baile inédito em Alegrete, arrecadou mais de 2.600 unidades de fraldas. O evento reuniu 200 convidados, animados pelo grupo Kafundó em novembro do ano passado. Foi uma festa divertida, com sorteio de brindes, um totem de fotos e, ao final, a surpresa de sair do evento com a carroceria de uma caminhonete lotada de fraldas.

“Esse baile serviu para fortalecer a cultura gaúcha. Muitos estavam pilchados com trajes típicos, destacando nossa rica tradição. Agradecemos também ao grupo musical de Alegrete e ao rapaz do totem de fotos, ambos da nossa cidade,” comentou Angélica, enfatizando a importância de preservar e celebrar as raízes culturais.

Fechamento da Loja Obino vai deixar boas memórias, dizem consumidores

Caetano Abreu de Lima inicia sua jornada com um legado de tradições, amor e respeito às suas origens gaúchas. Uma história que se desenha desde os primeiros dias de vida, carregando consigo a riqueza cultural que moldará seu caminho no vasto pampa do Rio Grande do Sul.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários