Canudos exercita a solidariedade para auxiliar os desabrigados das cheias

A Escola de Samba Canudos está realizando um trabalho solidário em prol da comunidade afetada pela enchente em Alegrete.

Mais de 500 pessoas foram impactadas pela cheia do rio, obrigando-as a deixarem suas residências. Os bairros mais atingidos pela inundação incluem Vila Nova, Santo Antônio, Macedo, São João, Ibirapuitã, Promorar, Canudos, Tancredo Neves, Renascer, Centro e Rui Ramos.

A iniciativa consiste em receber doações e servir jantar para essas famílias desalojadas. Cerca de 100 marmitas estão sendo distribuídas diariamente, sendo preparadas por membros engajados da própria escola, incluindo pessoal da bateria, diretoria, porta estandarte e componentes.

Discussão entre compadres termina com um esfaqueado em Alegrete

Carine Fredo, secretária da Escola de Samba Canudos, está coordenando todas as atividades, desde a montagem das equipes de trabalho até a organização das doações. Alimentos, roupas, leites e fraldas estão entre os itens mais solicitados, os quais são disponibilizados para retirada na escola.

Recentemente, a escola recebeu uma doação de 120 cobertores e ontem(5) foi beneficiada com a doação de 100kg de rações pela ONG OPAA. Além das jantas servidas desde a última terça-feira, a escola promoveu uma feijoada ao meio-dia no domingo, como parte do seu compromisso com a comunidade em tempos difíceis.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários