fbpx

Clube dos Subtenentes e Sargentos não vai abrir a temporada de piscinas
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

CONTEÚDO PATROCINADO

Diante do momento atual e pelo ano que passou com muitas dificuldades diante da pandemia do novo coronavírus, a direção do Subtenente e Sargentos de Alegrete enviou a seguinte nota:

Clube dos Subtenentes e Sargentos de Alegrete não  vai  abrir temporada de piscinas neste ano de 2021 devido à Covid-19.

Senhores associados considerando:
– O alto custo para manutenção da estrutura de piscinas – limpeza das piscinas, manutenção da casa de máquinas, manutenção do tratamento de água (produtos), despesas para liberação com a vigilância sanitária, contratação de funcionários, despesas adicionais de Energia Elétrica (aumento no consumo na casa de 200%), entre outros;
– A instabilidade quanto a situação da pandemia da Covid-19 que mostrou aumento dos casos ativos e das internações a partir de outubro ocasionando classificação de bandeira vermelha em todo o mês de dezembro e culminando com 13 (treze) mortes na cidade neste mês, o que deixa a situação de liberação muito instável, com provável manutenção da bandeira vermelha no mês de janeiro;
– Conserto do telhado do Salão, que apresentava riscos de queda, bem como inúmeras goteiras, prejudicando umas das principais fontes de renda, no final da temporada passada com troca de 20 (vinte) folhas de zinco, quase 50% do telhado, troca das calhas da frente e da parte central do Salão, madeiramento e mão-de-obra;
– Queda drástica na arrecadação do Clube que teve suas únicas fontes de rendas afetadas em sua totalidade como: Aluguel do Salão para Eventos, Vendas no Bar, Contrato de Locação Fixo com a Prefeitura para os Bailes da 3ª Idade ( Aluguel e Bar), venda de espaços publicitários (propagandas nos muros); e parcial como: mensalidades dos sócios que em consulta no sistema no dia 8 de janeiro de 2021 estavam em dia com o clube apenas 8 (oito) sócios, sócios estes que quitaram até o mês de dezembro de 2020, considerando uma mensalidade de R$ 30,00 (trinta) reais, sem adicionais por dependentes, sem reajuste desde Novembro de 2018, onde houve um reajuste de R$ 5,00 (cinco) reais, primando sempre por uma mensalidade justa, e levando em conta que o clube poderia se manter com outras fontes, como vinha até o início desta pandemia, destaca-se também que não adotamos políticas de cobrança, nem cobrança de juros por atrasos, sempre pensado em manter o sócio, bem como, “nunca” executamos o previsto no nr 7 do Art. 52 do Estatuto, que  prevê exclusão após 3 (três) meses de atrasos, bem como podemos executar protesto em cartório por deixar de cumprir compromissos sem ter expressado sua desistência em documento próprio;
– Que o pico da temporada ocorre no final de novembro até meados de janeiro, onde há queda de freqüência, muito em razão das viagens dos sócios,
– Que sócios com comorbidades e aqueles que têm pessoas próximas não iriam frequentar por cautela  e as crianças, nosso foco principal, provavelmente não iriam até mesmo porque nem para as aulas os pais se sentem seguros em deixar frequentar;
– Que os sócios já procuraram outras alternativas mais seguras (piscinas particulares) para enfrentarem a temporada;
Resolvemos que nesta temporada não iremos abrir as piscinas, a decisão foi técnica e não emocional tendo em vista que nossa diretoria já possui experiência e conhecimento suficientes para gestão deste processo, pois manteve aberta as piscinas nas últimas 5 (cinco) temporadas, o que não ocorria há uma longa data, e somente ocorre em um outro clube de associados na nossa cidade, onde as mensalidade e taxas de adesão estão em outro patamar, nem podemos comparar a estrutura consolidada daquela Entidade, talvez uma reflexão do que queremos para nosso clube no futuro;
– Ficou ainda decidido que os sócios que estavam em dia nesta data terão 50% de desconto nas  mensalidades até o mês de outubro, desde de que paguem até o vencimento, caso contrário perdem o desconto das mensalidades vencidas; os sócios que optarem por colocar em dia suas mensalidades terão 30 % (trinta por cento) de desconto, nas mensalidades vencidas,  caso façam o pagamento até dia 10 de fevereiro de 2021;
– A situação é extraordinária mas entendam que algumas despesas se mantém indiferente da pandemia: Energia Elétrica, manutenção mínima das áreas do clube, sistema de gerenciamento , impostos e taxas, além de algumas despesas que aparecem eventualmente como em qualquer edificação, manter a mensalidade em dia é uma obrigação do sócio, gerir estes recursos é conosco. Nossa Gestão sempre se manteve com criatividade e trabalho, poucas vezes o Clube necessitou do apoio dos associados como agora, com o conhecimento que temos vamos tentar manter o Clube até o final de nossa Gestão.
Além das razões apresentadas, informamos os principais investimentos para manutenção das Piscinas:
– Manutenção da parte física da piscina: R$ 1.380,37 (Limpeza, pintura, conserta dos motores, produtos para limpeza, mão-de-obra, …)
– Produtos para toda temporada : R$ 8.523,44 ( produtos específicos)
– Energia Elétrica do período: R$ 3.399,46 ( Período de dezembro a fevereiro)
– Serviços de terceiros: R$ 3.655,00 ( pinturas, tratador da água, portaria, manutenção das áreas comuns, …)

Dentro das condições normais é possível manter o clube, com suas limitações, com uma mensalidade ínfima, mas na atual situação é impossível. Em razão dessas condições instáveis, a diretoria não irá correr riscos de criar um passivo que não possa cobrir.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •