Dia da Redução da Mortalidade Materna destaca Alegrete pelos bons serviços prestados às gestantes

Para alertar a sociedade sobre a importância de debater o tema e promover políticas públicas de assistência e acolhimento que garantam o bem-estar materno e fetal, o dia 28 de maio foi instituído como Dia Nacional da Redução da Mortalidade Materna.

A médica pediatra Dra. Marilene Campagnolo, chefe da UTI Neonatal de Alegrete, enfatiza que, aqui no município, devido ao destacado trabalho dos profissionais que atuam em ginecologia e obstetrícia, a mortalidade materna é quase inexistente. “É sempre preocupante a saúde de uma gestante e de seu bebê, e, para isso, o pré-natal é fundamental,” salienta a médica.

Ela diz que, na região, Alegrete se destaca pelo atendimento de uma equipe multiprofissional que atende as gestantes. “Isso é determinante para garantir a saúde de quem está grávida, diminuindo os riscos de mortalidade,” acrescenta.

Homem condenado por tráfico de drogas é preso pela Polícia Civil em Alegrete

“Sempre é muito triste a perda de uma mulher grávida, abala a equipe médica e, principalmente, a família,” salienta Marilene Campagnolo ao se referir à necessidade de as mulheres fazerem o seu pré-natal junto à unidade de saúde de sua referência.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários