Dois traficantes são presos no bairro Piola, em Alegrete

A Polícia Civil, por intermédio dos policiais civis da Delegacia de Polícia de Alegrete, sob a coordenação da delegada Fernanda Mendonça, efetuou na manhã desta sexta-feira, dia 07 de junho, a prisão em flagrante de dois indivíduos, de 31 e 23 anos, pelo crime de tráfico de drogas, no bairro Piola, em Alegrete.

A ação policial foi desencadeada após denúncias que indicavam atividades de tráfico de entorpecentes na localidade, bem como a suspeita de que os indivíduos guardavam drogas em uma residência do mesmo bairro. Após diligências para verificar as atividades nos locais indicados, as suspeitas foram confirmadas. Na manhã de hoje, os policiais avistaram os dois suspeitos em um ponto de venda na via pública, momento em que realizaram a abordagem. Durante a revista, foi encontrado com um dos indivíduos seis pedras de crack, ocultas na boca, enquanto com o outro foi apreendido o valor em dinheiro proveniente da comercialização dos entorpecentes.

Na UTI, Daniela Gonçalves precisa da sua doação para sobreviver

Após a abordagem inicial, os agentes se deslocaram até a residência indicada, onde foram encontrados mais entorpecentes, incluindo dez buchas de cocaína e vinte e seis parangas de crack, além de uma balança de precisão, aparelho celular e outros itens relacionados ao tráfico. Durante as diligências, um dos presos confessou ter engolido uma bucha de cocaína, pronta para venda, o que motivou sua condução imediata para atendimento médico.

Os antecedentes criminais dos envolvidos revelam que o preso de 31 anos possui registros por posse de drogas, enquanto o de 23 anos possui antecedentes por furto, furto qualificado, ameaça e maus-tratos a animais.

Dois secretários deixam cargo para possível composição na chapa majoritária do MDB à Prefeitura de Alegrete

Os presos foram encaminhados à Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) para os procedimentos cabíveis, sendo posteriormente transferidos ao Presídio Estadual de Alegrete.

A Polícia Civil de Alegrete reitera a importância da colaboração da população e informa que denúncias podem ser feitas de forma anônima e sigilosa através dos contatos:

(55) 3427-0300 (plantão)

(55) 98451-1689 (WhatsApp)

Se inscrever
Notificar de
guest

1 Comentário
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
luisa

Os individuos não tem NOME?