Gripário foi desativado, cumpriu sua missão

A luta ainda não terminou,mas a esperança de dias melhores está perto! Gratidão a todos!" - disse uma das profissionais da área da saúde

Gripário em Alegrete
Gripário em Alegrete

Pelo número reduzido de atendimentos, na tarde de sexta-feira(23), a Secretaria de Saúde do Município optou por cessar o atendimento no Gripário que estava localizado no IEEOA.

Como descreveu uma das profissionais da área da saúde que atuou no local, de forma emergencial, o ginásio foi organizado para receber os pacientes e, inicialmente, o que era pra ser duas semanas encerrou, os atendimentos em 146 dias, isto é, quase cinco meses. Foram 7.135 atendimentos, em períodos críticos em que o atendimento era exaustivo pelo contingente de pessoas que passavam pelo gripário. Porém, a equipe, muito valente suportou firme e com muita empatia atendeu a todos que ali passavam.

Velas acesas em homenagem às vítimas da Covid-19 em Alegrete

Em contato com a Secretária de Saúde Haracelli Fontoura, ela disse que diante da queda dos números de atendimentos, com no máximo 10, por dia, é um número que a UPA pode atender e, desta forma, o Gripário foi desativado, porém, toda estrutura se mantém no local. Caso haja uma necessidade, os profissionais retornam ao IEOOA.

“Agradecemos a toda comunidade,colegas e principalmente a família,que soube entender nossa ausência. A luta ainda não terminou,mas a esperança de dias melhores está perto! Gratidão a todos!” – disse uma das profissionais da área da saúde Sumaria Domingues.

A estrutura foi montada em 27 de fevereiro pela SMS, com apoio do Exército e do Instituto de Educação Oswaldo Aranha, que cedeu o ginásio para a instalação do Gripário. Durante os cerca de cinco meses de funcionamento o Centro de Triagem Respiratória realizou 7.135, nesse período disponibilizou uma estrutura que contava com equipe de saúde, farmácia móvel e ambulância. Centralizou os atendimentos de casos de síndromes gripais no período em que a UPA precisou ser fechada para atendimentos no início deste ano.

Aeroporto prepara-se para os voos comerciais nos próximos dias

“Agradecemos a todos que trabalharam incessantemente nesses cinco meses, possibilitando que a nossa gente tivesse um atendimento de qualidade nesse período tão desafiador. O Centro de Triagem Respiratória foi uma experiência exitosa, pois foi possível montar uma estrutura que atendeu bem a nossa população e ainda ajudou a desafogar a UPA no pior momento da pandemia. Estamos encerrando as atividades devido a queda nos atendimentos, contudo devemos seguir nos cuidando, atentos às medidas de prevenção, como o uso da máscara”, destacou o prefeito Márcio Amaral.

“Estamos muito satisfeitos e orgulhosos, essa era uma medida provisória planejada para 15 dias e atendemos a população por 146 dias. Seguimos os protocolos com precisão, de modo que nenhum dos membros da nossa equipe se contaminou em decorrência de sua função. Realizamos mais de 7 mil atendimentos e disponibilizamos toda estrutura necessária”, destacou a secretária de Saúde Haracelli Fontoura.

A secretária ainda agradeceu a todos que auxiliaram para que fosse possível oferecer o serviço: “agradecemos ao diretor do IEEOA Ernesto Viana que cedeu o espaço e ao Capitão Leite, do 6º RCB que esteve sempre pronto a nos auxiliar. Agradecemos também a comunidade alegretense, que apoiou nossos profissionais nos momentos difíceis com palavras de afetos e gestos de gratidão”.

O prefeito Márcio Amaral, o vice-prefeito Jesse Trindade, a secretária de Saúde Haracelli Fontoura, a coordenadora da Atenção Básica Mariana Santos, o responsável pelo projeto do gripário Fábio Soares, o analista de dados da SMS Marco Rego e o presidente do Conselho de Saúde José Machado de Andrade estiveram no Gripário para agradecer a equipe.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários