Jovem encontrado morto após sair para caçar jacaré foi assassinado a tiros, aponta polícia

Luan de Araújo Barbosa, de 26 anos, foi achado em um rio de Goiânia depois de seis dias desaparecido. Exame indicou ausência de lesões provocadas por animais.

O jovem que sumiu após sair para caçar jacaré foi morto a tiros, de acordo com informações da Polícia Técnico-Científica divulgadas neste domingo (17). Bombeiros encontraram o corpo de Luan de Araújo Barbosa, de 26 anos, em um rio de Goiânia, seis dias depois do desaparecimento dele.

Segundo o perito criminal Ricardo Matos o exame cadavérico indicou duas lesões na cabeça por arma de fogo.

“Identificamos duas lesões por arma de fogo e ausência de lesões por animais, no caso de jacaré. Nesse sentido, apenas a decomposição mesmo, larvas, insetos em geral. O que o matou foram mesmo os tiros”, afirmou.

Luan tinha sido visto pela última vez no dia 10 de novembro, após sair de casa com dois cachorros para pescar e caçar jacaré. Depois de a família registrar o desaparecimento dele, bombeiros começaram a fazer buscas e encontraram o par de botas que ele usava, uma faca e algumas cordas, além de um dos cães morto.

Jovem que saiu para caçar jacaré foi morto a tiros, segundo a Polícia Técnico-Científica de Goiás — Foto: Arquivo pessoal

Jovem que saiu para caçar jacaré foi morto a tiros, segundo a Polícia Técnico-Científica de Goiás — Foto: Arquivo pessoal

Família suspeitava de assassinato

No sábado à tarde, a família de Luan de Araújo reconheceu o corpo e afirmou acreditar que, apesar de o jovem não ter inimizades, teria sido assassinado.

“Alguém matou ele, isso aí é certeza, porque não tem lógica a pessoa sumir assim no mato. Ele sabia nadar, os cachorros eram todos treinados, sabiam nadar, eles não iriam morrer assim”, disse a irmã do jovem, Luene Barbosa.

O pai de Luan comentou que chegou a pedir para o filho deixar de caçar no local, pois tinha medo que alguém desse um tiro nele.

“Eu falava para ele ‘para com isso, uma hora alguém vê você aí, pode achar ruim, dar um tiro em você, botar você para correr, você tem que ir embora”, contou.

O corpo de Luan foi encontrado próximo à ponte da GO-020 sobre o Rio Meia Ponte, na divisa com o município de Senador Canedo.

Fonte: G1

Compartilhe
  • 48
  •  
  •  
  •  
  •  
    48
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *