Morre alegretense que sofreu grave acidente na BR 290 em Rosário do Sul

O condutor do caminhão caçamba estava hospitalizado na UTI do hospital Astrogildo Azevedo, em Santa Maria. Ele passou por várias cirurgias, desde o acidente, porém, não resistiu às complicações do quadro e faleceu no início desta tarde(4).

Álvaro Antônio de Moura Vieira, de 61 anos, trabalhava desde 25/02/2019 na empresa Construtora Alegretense e nunca tinha se envolvido em qualquer acidente ou incidente.

Em nota a empresa lamentou a morte do funcionário.

A Construtora Alegretense comunica, com muito sentimento, o falecimento do seu funcionário, Álvaro Antônio de Moura Vieira, acontecido neste início de tarde, em Santa Maria.

Neste momento de dor, queremos prestar solidariedade aos familiares e amigos deste zeloso profissional, que sempre foi um ótimo colega e deixa toda empresa consternada, mas ao mesmo tempo, um legado de bom companheirismo.

Ele estava internado no Hospital Astrogildo de Azevedo, desde a quinta-feira, quando foi removido após sofrer um acidente na ponte de Rosário do Sul.

A direção da Construtora Alegretense prestou todo apoio e suporte para o “seu Alvaro”, que sofreu politraumatismo e foi submetido a inúmeras cirurgias em Santa Maria.

Ao cumprir este doloroso dever, reforçamos nossos pêsames à esposa, filho e calorosos familiares que acompanharam permanentemente este difícil momento do “seu Álvaro”.

Estelionatário sobrevive da insistência, sempre tem alguém desatento

Para entender o caso


O caminhão retornava para Alegrete após descarregar em Cacequi. Quando passava na ponte de Rosário do Sul se envolveu no acidente. Um veículo de passeio freou e parou na pista.


Para evitar o choque, o motorista do caminhão jogou o veículo contra as grades e tombou de uma altura de cerca de 20 metros.


O próprio motorista foi quem acionou a empresa e, mesmo preso às ferragens se manteve lúcido e conversando com alguns colegas até ser resgatado.

Após uma informação preliminar, em que apresentava fratura exposta no tornozelo, a direção da empresa se deslocou à Rosário do Sul, onde ficou constatada a complexidade e a gravidade clínica do paciente.
Prontamente foi decidido que o paciente seria transferido para Santa Maria. A Unimed de Alegrete foi acionada com seu serviço de ambulância de emergência. Ele foi transferido ao hospital Astrogildo de Azevedo.

O motorista teve múltiplas nas pernas e em um dos pulsos. O paciente passou por cirurgia vascular, para restabelecer o fluxo sanguíneo em uma das pernas, e por cirurgia traumato, para reposicionar ossos fraturados.

Na sequência teve complicações circulatórias severas, que obstruíram a irrigação plena de uma perna e o quadro era gravíssimo.

Com informações Assessoria Construtora Alegretense – Paulo de Tarso

Fotos: Kinder Roos – RedeSulamérica

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários