Mulher consegue fugir de estupro às margens do Ibirapuitã

Na manhã de domingo(17), os policiais foram acionados devido a uma ocorrência de tentativa de estupro em Alegrete.

No local, nas imediações do Rio Ibirapuitã havia uma vítima que, desesperada, correu em busca de socorro até uma residência, gritando por ajuda. Uma mulher a acolheu.

Segundo relatos, a vítima estava nas proximidades do rio após ingerir bebida alcoólica com o acusado em uma loja de conveniência. O agressor a convidou para ir à beira do Ibirapuitã, momento em que a situação tomou um rumo perigoso. A vítima, ao se aproximar, foi violentamente abordada, sendo agarrada pelo pescoço e recebeu a ordem de se posicionar de bruços.

Mulher é agredida com golpes de cabo de vassoura pelo companheiro

Para evitar reações e gritos, a vítima, sob ameaças, retirou os tênis e baixou a calça jeans, obedecendo às instruções do agressor. No entanto, ela não se resignou à situação e, ao tentar fugir, foi novamente agarrada. Demonstrando coragem, a vítima reagiu com socos e pontapés, conseguindo escapar e alcançar uma residência.

A guarnição policial, ao receber as características do agressor, o avistou pulando uma cerca em direção ao Estádio Farroupilha, na Avenida Eurípedes Brasil Milano. Ao abordá-lo, os policiais constataram que o indivíduo de 22 anos estava sob efeito de drogas e álcool, conforme sua própria declaração, além de possuir antecedentes criminais.

Juliano Castro: a paixão pelo jornalismo levou o alegretense a voos mais altos

Tanto o acusado quanto a vítima, nascida em 1998 e também sob o efeito de bebidas alcoólicas, foram encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde receberam atendimento médico. Posteriormente, foram conduzidos à Delegacia de Polícia, onde a delegada de plantão formalizou a prisão em flagrante do agressor. Ele agora aguarda as devidas providências legais no presídio local.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários