Professores e pais fazem manifestação pelo conserto da EMEB Princesa Isabel

A EMEB Princesa Isabel foi destelhada por conta de um temporal em outubro de 2019. Desde então, o local está fechada e os alunos da escola municipal terminaram o ano letivo do ano passado no CIEP. Devido à demora, um grupo de professores e pais fizeram um protesto em frente à escola dia 15.

Os cartazes colados nas janelas mostram o porquê, mesmo com todo este calor, se reuniram em frente à EMEB.

No andar de baixo, equipamentos e mesas estão cobertos com lonas pretas e sempre que chove a água escorre nas salas, já que o teto está todo descoberto. Isto aumenta ainda mais os estragos no piso e nas paredes da EMEB.

Eles querem uma resposta da Prefeitura, porque não aceitam que os alunos iniciem o ano letivo previsto para 11 de fevereiro em outra escola. A mãe de dois alunos da escola, Carla Acosta, falou em nome do grupo .

A Secretária de Educação, Márcia Dorneles e assessores participaram do ato. Ela  explicou o que está acontecendo é porque até agora o trabalho não iniciou.

Ela disse que uma empresa de Alegrete que venceu a licitação não tinha todo o material ( lata) e a previsão é de que chegue até o final deste mês de janeiro. A previsão então é iniciar o trabalho no início de fevereiro e dependendo das condições climáticas o trabalho deve ser concluído ainda no mês de fevereiro.

Portanto, as aulas para os 219 alunos da EMEB Princesa Isabel não vão iniciar no prédio da escola e sim no CIEP dia 11 de fevereiro próximo.

Vera Soares Pedroso

 

Compartilhe
  • 774
  •  
  •  
  •  
  •  
    774
    Shares