Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete

Participe da sessão Saudade do Alegrete, mande sua história para: email- [email protected] WhatsApp: 55 999287002.

Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete
Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete

O alegretense Alceir Martins diz que sair da cidade há 9 anos foi muito difícil, porque deixou toda a família e o filho pequeno.

Depois de ficar desempregado e tentar se recolocar – fazendo bicos, sentiu que deveria buscar, sair e arriscar. E foi assim que fez indo para Santa Catarina.

Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete
Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete

“Com meu currículo com experiência de 12 anos na Pilecco cheguei em Palhoça e, para minha surpresa, recebia muitas ligações com ofertas de vagas. Ele conta que, de início, chegava a trabalhar todo dia em um local e, a noite, numa lanchonete para poder pagar suas despesas”- destaca.

Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete
Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete

O alegretense da Vila Piola diz que ama a sua cidade e se pudesse voltaria, mas sabe que foi lá recebeu ótimas oportunidades e se fixou com a esposa Fiama Ribeiro Soares que também trabalha.

O casal, porque ele sempre inclui a esposa, diz que sentem muitas saudade de suas famílias e, claro, se tivessem boas oportunidades de trabalho por aqui voltariam.

Sempre que dá ele vem visitar a sua mãe, padastro, irmãos, cunhada, sobrinhos, tios e sogra que ainda estão na Vila Piola onde se criou e, ainda tem amigos.

Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete
Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete

Alceir Martins lembra que quando estava aqui ouvia que muitas empresas como essas de embutidos, justo de Santa Catarina, viriam se instalar em Alegrete e isso os esperançava a ficar, mas o tempo foi passando e viu que tinha que sair, porque precisava trabalhar.

-Nós estamos bem, os dois trabalhando, valorizados, mas sentimos muitas saudades, porque o Alegrete está sempre em nossos corações. Amamos nossa terra, porém fomos atrás de sonhos que se realizam e isso da uma satisfação bem grande. E meu irmão mais moço, o Helton também veio para cá e, também, está trabalhando.

Alceir encerra dizendo que se alguém tem sonhos estude e vá atrás deles, porque o tempo passa e temos que trabalhar para conseguir o que queremos. Eles agradecem as oportunidades de emprego que tiveram e aproveitaram na Palhoça em SC.

Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete
Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete

Atualmente ele é chefe de setor em uma empresa de artefatos de cimentos em Palhoça, município um pouco antes de Florianópolis, indo pela BR 101, desde o RS para aquele outro estado. – Só temos que agradecer as oportunidades e acolhida aqui, lembrando sempre que queremos o melhor para o nosso Alegrete, nossas famílias e amigos.

A saudade é tanta que já estão se preparando para virem passar a virada do ano com a família aqui em Alegrete. E dessa vez vão vir de carro rever os que amam.

Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete
Saiu da Piola para realizar sonhos e nunca esquece do Alegrete

Participe da sessão Saudade do Alegrete, mande sua história para: email- [email protected] WhatsApp: 55 999287002.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários