Veja o que o hábito do cafezinho após as refeições pode provocar

O famoso cafezinho preto quando consumido após o almoço traz uma série de problemas para o organismo. 

Veja o que o hábito do cafezinho após as refeições pode provocar
Veja o que o hábito do cafezinho após as refeições pode provocar

Há quem não goste de café, mas de acordo com pesquisa feita pelo IBGE cerca de 80% da população não fica sem um cafezinho. 

Todos sabem que tudo que é em excesso faz mal, inclusive o cafezinho. Uma xícara de café contém cafeína e polifenóis de origem vegetal (taninos) que são substâncias muito benéficas à saúde, ajudando no bom funcionamento do organismo. Porém, quando ingerido de maneira errada, o contato entre ele e outros alimentos impede a absorção de vitaminas importantes, como ferro, cálcio, zinco e cobre. Quando é ingerido após as refeições todos os dias, o café pode ocasionar anemia, por causa da difícil absorção de ferro pelo organismo.

Nutricionistas sugerem a substituição do café após o almoço por uma laranja, que colabora com a digestão e é contém muitas vitaminas. É claro que você não precisa excluir o café da sua vida, mas escolha beber duas horas após as refeições, dando tempo suficiente para o corpo fazer a digestão de todos os alimentos. 

Consequências de beber o café após o almoço ou janta

Faz com que o alimento fique mais tempo no estomago, causando sensação de mal estar;

Gases em excesso;

Impedem a passagem dos alimentos para o esôfago;

Náuseas;

Sensação de queimação e estomago pesado;

Menor absorção de minerais;

Mais chances de desenvolver osteoporose,

Pode levar a anemia. 

Benefícios do café quando ingerido sozinho ou 2h após as refeições

Acelera o metabolismo e, consequentemente, a queima de gordura;

Diminui o risco de ter depressão;

Ajuda no fortalecimento da memória;

Colabora com a atenção, inclusive para dirigir;

Fortalece o coração;

Ajuda a diminuir o diabetes (quando consumido com pouco açúcar/adoçante);

Aumenta a energia;

Evita problemas respiratórios;

Previne o câncer;

Melhora o funcionamento do intestino;

Diminui a chance de ter pedras nos rins;

Combate a inflamações;

Diminui o risco de AVC;

Reduz os riscos de esclerose múltipla;

Diminui o estresse;

Menores chances de desenvolver o carcinoma basocelular;

Alivia os sintomas do mal de Parkinson,

Retarda o aparecimento do Alzheimer.

Geovanna Valério Lipa

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários