A complexa e demorada operação para resgatar os animais de carreta tombada

Quase 24h. Esse foi o período, total, da operação entre a retirada dos bois que ficaram no compartimento de carga de um Scania que tombou na Avenida Tiaraju, imediações do Trevo da RSC 377, em Alegrete, e da carreta.

O acidente aconteceu na noite de quarta-feira(15), por volta das 19h e a liberação com a retirada da Scania, de acordo com a Guarda Municipal, foi por volta das 17h30min, de ontem(16).

Filha comemora alta da mãe depois das incertezas da entubação na CTI Covid

O feriado foi de grande envolvimento dos órgãos de segurança, Guarda Municipal, Comando Rodoviário da Brigada Militar e Bombeiros, além da seguradora, representantes e funcionários do Marfrig, assim como, tropeiros que auxiliaram na retirada dos animais com segurança para que eles não fugassem para a rodovia, em decorrência da iminência de mais acidentes.

A RSC 377 tem um significativo fluxo de veículos e a poucos km também está a BR 290 com grande trafegabilidade.

De acordo com os guardas municipais, havia 38 bovinos na carreta, cerca de oito saíram na primeira noite e foram resgatados, já os demais, ficaram no veículo. O início do trabalho que resultou em uma grande operação logística que iniciou por volta das 7h de quinta-feira.

Por volta das 10h30, uma porta foi aberta e os animais começaram a sair. Os primeiros nove saíram bem e, na sequência, foi necessário acionar os Bombeiros para que uma abertura, em outra porta, presa em razão do barranco, fosse realizada com o desencarcerador e os demais animais pudessem sair.

Assim, o trabalho entrou a tarde, até que todos os animais fossem retirados e feito o transbordo para outros caminhões. Inicialmente, eles ficavam em um campo nas imediações do trevo.

De toda carga, viva, alguns ferimentos leves e o saldo de cinco mortos. O gado foi levado ao Frigorífico Marfrig, que era o destino.

Os animais saíram de Mato Grosso do Sul e o motorista teria entrado de forma equivocada naquele trevo, o acesso seria pela BR 290. Como ele foi realizar a conversão e há uma grande vala no local, além de ser estreito, o veículo tombou. Informações extra-oficiais, dão conta de um possível estudo da secretaria de infraestrutura para aterrar esse ponto.

Quem venceu a Covid, o medo e incertezas, tem muitos ensinamentos para contar

A carreta também foi retirada com o auxílio de um guincho e o relato aos guardas municipais foi de que os animais mortos serão usados para ração.

Ao total, a operação movimentou e necessitou de atendimento da Guarda Municipal, responsável pela ocorrência, Comando Rodoviário da Brigada Militar, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros.

O motorista saiu ileso.

Veja o vídeo com a retirada da carreta

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários