A numerosa presença de militares em Alegrete contribui para o desenvolvimento da cidade

O município de Alegrete possui a maior extensão territorial entre as 497 cidades do Estado do Rio Grande do Sul.

E nesse contexto pode se afirmar que é uma das regiões que também mais abriga unidades militares. Só na 3ª Capital Farroupilha são seis instituições, entre elas um hospital militar, e importante centro das armas de Engenharia, Cavalaria. Além da especialidade de Logística e de Comunicações.

Todo esse aporte militar contribui para desenvolvimento local, agregando renda ao município. Distante 491,7 quilômetros da Capital gaúcha, Alegrete recebe anualmente cerca de 500 jovens que vão prestar o serviço obrigatório. Sem contar a gama de oficiais que chegam por transferência das Organizações Militares.

Caminhada por justiça para autor de feminicídio que destroçou família

Essas contribuições socioeconômicas das Organizações Militares (OM), são importantes no desenvolvimento do município e durante anos tem se constituído num papel fundamental dentro do desenvolvimento da cidade gaúcha.

Em Alegrete, a cada ano são centenas de jovens que desembarcam na cidade oriundos de várias partes do Estado. Especialmente de municípios da Região Noroeste e Planalto do RS. É tipo uma peregrinação anual que ocorre desde a década de 40.

Com 18 anos eles chegam com sonhos acalentados, em que Alegrete é visto como um centro de desenvolvimento pessoal e profissional. Um exemplo disso, é Elton Linhares que reside no município há 51 anos. Vindo de Nonoai, distante mais de 700km, ele aqui desembarcou com 18 anos para o serviço militar no ano de 1972. Cumpriu seu tempo se especializou e após dispensa do Exército Brasileiro, continuou morando na cidade, criou uma empresa de fotografias, a tradicional Stop marcando um novo paradigma da fotografia em Alegrete.

Alceu Antunes, especialista em fogões, é o retrato da resiliência, perseverança e fé

Exemplos como do empresário Linhares e seu sócio Marini, existem outras dezenas de histórias assim. Mas o que impressiona em Alegrete é o montante de novos residentes por atividade militar que anualmente desembarcam na cidade. Não menos, a gama de sargentos do EB, inclusive o município sedia numa unidade a formação de naipe de praça. Muitos destes profissionais, criam raízes em Alegrete e também são partes importantes nesta cadeia do desenvolvimento econômico da cidade.

Em 2021, o PIB per capita era de R$ 42,485.08. Na comparação com outros municípios do estado, ficava nas posições 300 de 497 entre os municípios do estado e na 1.299 de 5.570 entre todos os municípios. Todo esse montante vitaminado pela presença de militares no âmbito da 3ª Capital Farroupilha.

Se inscrever
Notificar de
guest

1 Comentário
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Jesus Romário Corrêa Kemmerich

Em termos de salário, o Ministério da Defesa é o maior pagador dentro do município de Alegrete.