Agroindústria da agricultura familiar, na Encruzilhada, aguarda compra de maquinários

Para incrementar o trabalho dos produtores de hortifrutigranjeiros de Alegrete, a Prefeitura e a Emater já fizeram a infraestrutura da agroindústria que vai funcionar na Escola Municipal João Ovídeo Acosta na Encruzilhada.

Para arrumar o prédio, foi utilizado recurso da Consulta Popular de 2018 no valor de  98 mil reias.  Os produtores aguardam agora a compra de maquinário, conforme o presidente da Associação de Hortifrutigranjeiros de Alegrete, Pedro Alex Santos de Moraes.

De acordo com a EMATER, agora faltam os maquinários que vão servir para descascar e embalar produtos da agricultura familiar. A casa vai ser administrada pela Associação dos Produtores e todos poderão utilizar e assim agilizar seu trabalho, considerou Pedro Alex.

As máquinas vão custar 30 mil reais. O recurso que está sendo aguardado até o fim deste ano para que seja concluída a montagem do local.

Vera Soares Pedroso

Compartilhe
  • 33
  •  
  •  
  •  
  •  
    33
    Shares