Alegretense, amante da velocidade, é mecânico e piloto com grandes conquistas

Compartilhe
  • 1.4K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.4K
    Shares

O alegretense Bruno Jardim, aos 32 anos conseguiu aliar o gosto pela velocidade com o aprendizado em fazer motores de carro para arrancada.
Bruninho como é conhecido já passou a barreira dos 200 km em 201 metros. Oficialmente já ficou entre os melhores em eventos de arrancadas no autódromo de Santa Cruz do Sul.
Acostumado a atingir mais de 170 km/h, no seu elogiado Gol G4 2009, com motor AP turbo, com injeção FuelTech.
Bruno é integrante da equipe Garagem Motors & Colúmbia Racing, disputa arrancada na categoria NO PREP 200 com pneus grande.
Após concluir o ensino médio, ele se dedicou a diversos cursos de mecânica automotiva, injeção eletrônica, injeção programável, curso de montagem de motores da Padronize, Fueltech, Injepro, Protune e elétrica automotiva. Na verdade, Bruno tinha 12 anos, quando iniciou a trabalhar. Foi com o avô Darmes Jardim que era torneiro mecânico, de quem recebeu incentivo e os primeiros ensinamentos sobre mecânica.
Tão logo se especializou, o alegretense montou sua própria oficina especializada em mecânica automotiva geral e apta a transformar motores para carros de corrida, além da manutenção e restauração de carros antigos.
Pai de Eduardo Jardim (12 anos), e da pequena Brenda Jardim de 1 ano, Bruno se divide entre o trabalho e a paixão por acelerar.
Em plena pandemia do novo coronavírus, o piloto está com sede de acelerar. Aguarda ansioso o retorno do campeonato de arrancadas com a liberação deste tipo de evento. Acompanhe os principais trechos da entrevista com o piloto mecânico alegretense em colaboração com a equipe NO PREP 200.
Portal: Quando começou essa paixão pela Arrancada?
Minha paixão pela arrancada vem desde criança. Comecei com 14 anos, quando tinha um Fiat 147 e junto de três amigos, fazíamos racha na rua, e aí começou a função de mexer no motor e melhorar a performance do carro.
Logo depois, com uma trajetória muito boa com o Fiat, acabei indo para as motos.
Portal: Tua pilotagem foi toda moldada em rachas ?
A vida nos rachas de rua se intensificou e acabei começando na arrancada de moto em 2006. Tive muito sucesso em duas rodas também.  Fiz um Passat aspirado. Na época aqui na região era muito bem conceituado e elogiado.
Portal: Como conseguiu aprender a arte de preparação de carros para Arrancadas ?
Em 2013, saí de Alegrete em busca de mais conhecimento na preparação. Acabei ficando um ano fora , voltei e comecei a trabalhar de mecânico e preparador. Logo consegui montar uma oficina própria, onde trabalho até hoje na mecânica automotiva e preparação de carros de corrida e de rua.
Portal: Qual o objetivo como piloto?
Meu objetivo sempre foi ser competitivo e determinado a cada puxada.
Portal: Relembre três grandes momentos que viveu na Arrancada ?
Foram muitos momentos bons e alguns ruins, mas todos de muito aprendizado e o melhor de tudo na arrancada são as amizades.
O maior e melhor momento por último, sem dúvida foi quando ganhamos a Super 300 “The End” com o Chevette do “Bebezão”.
Outro grande momento, foi quando ganhamos no Velopark na categoria Desafio Racing, com o carro do meu amigo Pablo Santos. “Na primeira puxada voou as portas do carro, muitos debocharam de nós nesse momento. Mas tínhamos um objetivo só. Entrar na casa dos 5.9s. Fizemos melhor, viramos 5.702 nos 201mts com pneus 24.5/8, velhos.
Portal: Qual autódromo está mais acostumado a acelerar?
O autódromo que mais acelero e o que mais gosto é sem dúvidas o autódromo de Santa Cruz do Sul.
Portal: E essa brilhante trajetória na Arrancada ?
Agradeço primeiramente a família, amigos, equipe toda Garagem Motors e Columbia Racing. Em especial ao Jaime Columbia que nunca mediu esforços para me ajudar e passar seu grande conhecimento na arrancada.
Portal: E a oficina Garagem Motors. Algum diferencial ?
Sim. Atualmente fazemos carros que tenham mais 800CV na roda. Eles andam na casa dos 5s e atingem mais de 200 km/h em 201 metros.
Portal: Aonde é possível praticar arrancada em Alegrete ?
Aqui na cidade só existem dois locais. Na pista de eventos, na Tiaraju, quando conseguimos aval e organizamos evento e o outro local está para venda, que fica na BR 290, localizada a 8 km do centro da cidade.
Portal: Ainda acontece disputas de racha em Alegrete ?
Então, fiz muito racha nas ruas aqui. Hoje não faço mais e nem incentivo a fazer rachas de rua pela responsabilidade e segurança de tudo e de todos. Quando precisamos testar algum carro preparado optamos por um local seguro, fechado e sem trânsito por perto.
Portal: O que espera do Campeonato NO PREP 200?
O campeonato NO PREP 200 é a prova mais esperada por mim e minha equipe. Vamos competir com vários carros em todas categorias.
Júlio Cesar Santos                Colaborou: NO PREP 200       Fotos: acervo pessoal

Compartilhe
  • 1.4K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.4K
    Shares