Árvore cai, derruba poste de energia e por pouco não atinge casa em Alegrete

No início da manhã desta quinta-feira(28), ventos fortes e chuva intensa causou a queda de muitas árvores e também galhos.

Com a instabilidade que assola o Município e a Região desde a última segunda-feira(25), o cenário é de mais uma enchente com muitas famílias saindo de suas casas e um trabalho intenso da Defesa Civil e voluntários.

Vendaval estilhaça vidros do Aeroporto e voos são cancelados em Alegrete

Mas o risco e a tragédia anunciada segundo destaca o morador da rua Professora Hilda Naimayer Padula, Centro, Paulo Brizola, foi em relação a um Angico que caiu ao lado do quarto da filha.

Ele falou com o PAT e descreveu que solicitou várias vezes a retirada da árvore, de grande porte, e também a poda, porém, não ocorreu.

De acordo acordo com o morador, no ano de 2014, quando foi construir a casa realizou a solicitação para retirada, como não aconteceu, nos anos seguintes fez mais dois pedidos para que fosse feito a poda e também , não obteve retorno.

Com a queda do Angico, o poste de energia ficou destruído e a família questiona se terá algum auxílio da Prefeitura Municipal de Alegrete.

Em contato com a Secretária de Meio Ambiente, Gabriela Segabinazzi, ela acrescentou que todos os protocolos estão em dia, contudo, muitas vezes acontece uma demora maior em função da demanda da Secretaria de Agricultura. Caso o morador desejar fazer a poda, deve realizar o protocolo na Secretária que a situação será avaliada.


Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários