Cães de propriedade no Jacaraí são mortos por envenenamento, denuncia proprietária

No interior do município de Alegrete, quatro cães foram envenenados em uma propriedade rural localizada a cerca de 22 km da cidade, na região do Jacaraí.

A proprietária do estabelecimento comercial entrou em contato com o PAT para relatar o ocorrido, que segundo ela, já aconteceu em anos anteriores neste mesmo período.

A dona dos animais informou que desta vez foram envenenados dois cães da raça Pastor Australiano, uma fêmea chamada Prenda e um macho chamado Campeiro, além de um cão da raça Maremano chamado Pirata e uma cadela da raça Border Collie chamada Coleira. Dos quatro cães, apenas a Border Collie sobreviveu e está sendo tratada na cidade.

Yuri The Fury, a fúria de Alegrete triunfa nos 600 metros do GP Gentil Carlesso

A proprietária destacou que o envenenamento dos cães coincide com o período de reprodução das ovelhas, mas afirmou que os animais não atacavam o rebanho. Ela expressou preocupação e indignação com a invasão de sua propriedade para matar os animais e mencionou ter suspeitos do crime. Um boletim de ocorrência foi registrado na polícia para investigação do caso. “O que mais me deixa revoltada é que eles invadem a propriedade da gente para matar nossos cães”.

Os animais eram considerados de estimação pela proprietária, que descreveu o sofrimento dos cães ao serem envenenados, ressaltando o desespero e os sintomas graves que os levaram à morte.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários