Casal celebra 54 anos de casamento como exemplo de amor duradouro

Na semana que antecede o Dia dos Namorados, Mirta Thalie Paines e Antônio Paines se destacam como um exemplo vivo de amor duradouro e cumplicidade.

Completando 54 anos de casamento, eles compartilham sua história como um testemunho de que o amor verdadeiro é possível e, embora não seja fácil, é profundamente gratificante.

Dois secretários deixam cargo para possível composição na chapa majoritária do MDB à Prefeitura de Alegrete

O romance entre Mirta e Antônio teve início em um baile realizado em 20 de setembro de 1969, num CTG de Itaqui, cidade natal de Mirta. Foi lá que Antônio, encantado, aguardava ansiosamente a dona de um casaco vermelho para convidá-la para dançar. Esse encontro fortuito marcou o início de uma jornada encantadora para o casal.

Após um breve namoro, em novembro do mesmo ano, eles ficaram noivos. Mirta recorda-se das especulações dos vizinhos sobre sua rápida decisão de se casar, mas ela sempre confiou no poder do amor que compartilhava com Antônio. O casamento aconteceu em 6 de junho de 1970, marcando o início de uma vida juntos, enfrentando os desafios e celebrando as alegrias que estavam por vir.

Ao longo dos anos, o casal viu sua família crescer com o nascimento dos filhos: Alex, Ana Bárbara e Alan. Embora nem sempre as condições financeiras fossem favoráveis, eles enfrentaram juntos cada obstáculo, com Mirta contribuindo para a renda familiar através de trabalhos como faxina e bordados, enquanto Antônio seguia sua carreira profissional.

Pilotos de Alegrete aceleram forte na abertura do Brasileiro de Velocross no Paraguai

Hoje, Mirta e Antônio desfrutam de uma vida tranquila, com condições financeiras estáveis e uma família amorosa. Eles celebram não apenas os marcos de sua união, mas também os momentos simples e preciosos que compartilham juntos. Mirta guarda com carinho lembranças de sua jornada, desde as notas do hotel na noite de núpcias até a primeira camisola que usou como esposa.

Ao falar sobre seus netos e bisnetos, Mirta transborda de felicidade. Ela descreve com orgulho os seis netas e dois netos, além dois casal de bisnetos que trazem ainda mais alegria à família.

Ao encerrar sua entrevista, Mirta expressa sua gratidão pelo amor e pela companhia de Antônio ao longo dos anos. “Não sei viver sem meu amor”, ela diz com ternura, ecoando os sentimentos de seu companheiro. Seu relacionamento é uma prova viva de que, com amor, respeito e cumplicidade, é possível superar todas as adversidades e celebrar uma vida de felicidade duradoura.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários