Contágio em alta não inibe aglomerações no fim de semana
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Durante o final de semana, embora, o número de casos e todas as recomendações estejam cada vez mais latentes o que deixou a Região 03 com indicação de bandeira preta, muitas pessoas ainda não compreenderam a gravidade da situação. Há uma tentativa, com algumas medidas, que a população possa colaborar e não haja um colapso total na saúde do município como apontou a médica pneumologista e responsável pela UTI Covid na Santa Casa de Alegrete, Simone Estivalet, contudo muitas denúncias demonstraram uma realidade diferente.

Laudo aponta a causa da morte do adolescente no lago do Parque dos Patinhos

Leitores do PAT que acionaram a fiscalização enviaram fotos que demonstravam aglomerações. Em todos os casos, a maioria das pessoas estavam sem máscara. O primeiro flagrante com mais pessoas foi na noite da última sexta-feira na Praça dos Combatentes onde um grupo, a maioria jovens, estava no local. Um dos leitores citou que a cena tem sido frequente, eles acionam a fiscalização as pessoas são retiradas e logo retornam.

Outro flagrante foi na República Riograndense na tarde de ontem onde cerca de 20 pessoas estavam em um estabelecimento e todos sem máscara. A fiscalização também esteve no endereço. O avanço da pandemia tingiu de vermelho 100% do território gaúcho, na última sexta-feira. Foram 234 positivos da Covid-19 de segunda à sábado em Alegrete e dois óbitos. Mais de 580 pacientes ativos além de outros dados preocupantes.  A fiscalização atuou durante todo o final de semana.

Em contato com o Prefeito Márcio Amaral, ele disse que nesta segunda-feira terá uma nova reunião com o Comitê de enfrentamento contra a Covid-19 para que sejam traçadas as novas ações diante do atual cenário. Fica sempre evidente que o principal sempre será a conscientização da população.

Atleta da várzea, recuperado da Covid-19, diz ter temido não sobreviver

O uso da máscara de forma correta, a higienização e o distanciamento controlado mais do que nunca são fundamentais neste momento contra os crescentes casos, óbitos, pacientes ativos e aguardando resultado. Esses números levaram à UTI Covid a ficar por cerca de uma semana com 100% dos leitos ocupados e a necessidade de transferência de quatro pacientes de Alegrete para outros Municípios há poucos dias.

Esses dois casos foram apenas alguns dos exemplos de outras denúncias de aglomerações em outros pontos como a Praça da Juventude e o Balneário Caverá.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •