Detenta é solta por engano após ser confundida com presa de mesmo nome

Presa liberada por engano não foi encontrada pela polícia. Corregedoria Geral do Sistema Penitenciário irá investigar motivos que levaram à soltura.

Detenta é solta por engano após ser confundida com presa de mesmo nome
Detenta é solta por engano após ser confundida com presa de mesmo nome

Uma mulher presa na Penitenciária Estadual Feminina de Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi solta por engano na última terça-feira (8). Conforme a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), a liberação se deu porque existia um alvará de soltura referente a uma outra detenta, de mesmo nome.

A Susepe afirma que foi determinada a instauração de procedimento investigatório junto à Corregedoria Geral do Sistema Penitenciário.

Ao constatar o equívoco, a equipe de plantão acionou a Brigada Militar. Os agentes se deslocaram até o domicílio da apenada, mas ela não foi encontrada.

A apenada que recebeu, de fato, o alvará de soltura foi liberada posteriormente, de acordo com a Susepe.

A Penitenciária Estadual Feminina de Guaíba abrigava, até janeiro de 2022, 347 apenadas. A capacidade do presídio é de 432 pessoas. A unidade faz parte da 10ª Delegacia Penitenciária Regional, sediada em Porto Alegre.

Fonte: G1

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários