Égua é resgatada pelos Bombeiros do 3º andar de prédio em São Leopoldo

O Corpo de Bombeiros de São Leopoldo, no Vale do Sinos, no Rio Grande do Sul, realizou uma operação de resgate nesta terça-feira (14) para salvar uma égua que estava presa no terceiro andar de um edifício residencial no bairro Campina.

O animal, pertencente a Dirceu Matias, foi retirado por volta das 19h30, após uma operação que durou cerca de sete horas e envolveu aproximadamente 15 pessoas.

O condomínio onde o animal foi encontrado está vazio devido às enchentes que afetam o estado gaúcho, deixando pelo menos 100 mil pessoas desabrigadas apenas em São Leopoldo, e um total de 617 mil em todo o estado. Dirceu Matias explicou à imprensa que havia transferido a égua para o terceiro andar do prédio para protegê-la das enchentes que atingiram a região.

Luciano Huck desembarca no RS e visita abrigos em Canoas

Matias, que reside em uma chácara próxima ao condomínio, afirmou ter autorização do proprietário do local para abrigar os animais lá. Além da égua resgatada, Matias também mencionou ter salvado seus outros quatro cachorros no início da enchente. Dois bois que estavam no mesmo prédio já foram resgatados e estão seguros na chácara.

Este incidente traz à memória o caso do cavalo Caramelo, que ficou preso em um telhado por quatro dias na cidade de Canoas, devido às fortes chuvas, e foi resgatado recentemente. Caramelo sofreu de desidratação e precisa recuperar o peso perdido durante o período em que ficou isolado.

Com informações: G1 e CNN

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários