IA é usada pelo Marfrig para monitorar eventuais situações de risco para seus colaboradores

O Marfrig, pioneiro no setor de carne bovina no Brasil, implementou um software de Inteligência Artificial (IA) com o objetivo de aprimorar a ergonomia das atividades realizadas por seus colaboradores durante o processo produtivo.

O projeto inovador teve início em outubro de 2022, quando a empresa realizou um projeto-piloto na unidade localizada em Pontes e Lacerda/MT. A bem-sucedida execução levou à expansão do uso do software, denominado Kinebot, para outras unidades da empresa.

O Kinebot é um software especializado, focado exclusivamente em ergonomia, que analisa e avalia os movimentos humanos enquanto os funcionários executam suas tarefas. O Marfrig tem empregado o software desde o ano passado, desenvolvido na implementação de cerca de 500 melhorias até o momento. A utilização do Kinebot comprovou seu impacto positivo nas condições de trabalho, confiante para a eficiência e bem-estar dos colaboradores.

Um alegretense com sangue palestino que fez do esporte seu modo de vida

Após o projeto-piloto bem-sucedido em Pontes e Lacerda/MT, a empresa estendeu o uso do software para suas unidades em Alegrete/RS, Bataguassu/MS, Chupinguaia/RO, Promissão/SP e Tangará da Serra/MT. O Marfrig se destaca como a primeira empresa no setor de carne bovina no Brasil a adotar a IA com foco na melhoria da ergonomia de seus funcionários durante o processo produtivo.

Funcionamento

O software é operado por um ergonomista e acessado a partir de uma plataforma no computador. A atividade do colaborador é filmada e inserida na plataforma, que avalia cada movimento humano executado. A partir disso o ergonomista identifica se há presença de risco ergonômico na atividade — como posturas não recomendadas — e propõe melhorias na execução das atividades. 

“Normas nacionais e internacionais recomendam parâmetros de amplitudes de movimentos corporais durante o ciclo de trabalho. Por isso a Marfrig decidiu, com ajuda da Inteligência Artificial, implantar as melhores práticas a fim de tornar a execução do trabalho mais confortável e evitar lesões”, diz Joseane Signore, coordenadora corporativa de ergonomia.  

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários