Milu, a gatinha adotada dos Correios de Alegrete

O amor pelos animais é algo que envolve muitas pesoas que os tratam como se fossem verdadeiros filhos. E uma história interessante que extrapolou o ambiente doméstico, foi a adoção da gatinha Milu pelo gerente dos Correios de Alegrete.

Bruno Osório Barbosa conta que adotaram a gatinha, ainda bebê, sendo a única que sobreviveu de uma ninhada que foi atacada por cão dog argentino ao tentar brincar com os filhotes. – Nós ofereceram a orfã, quando chegamos na cidade há três anos. Eu e minha esposa adotamos a Milu bem pequeninha e a cuidamos com todo o carinho.

Mas o interesante é que o casal mora em cima da agência dos Correios e a Milu resolveu descer e, durante o expediente, passa na agência próxima ao seu tutor. Segundo Bruno, ela já tem até um cadeira “dela”. Ele comenta que não tem cliente que vá à agência que não interaja ou conheça a Milu que é muito dócil e tranquila.

Cabeleireira critica o preconceito de CEP, quando profissionais são preteridos por atuarem em bairros

E como se ela fosse da família Correios, o tutor fez uma coleira com nome da maior empresa de operação logística da Amércia Latina que a identifica a todos que buscam os serviços da agência de Alegrete.

Millu- a gatinha dos Correios
Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários