Aplicativos de mobilidade urbana crescem 35% nos últimos seis meses em Alegrete

Ao longo dos últimos anos, os aplicativos de mobilidade urbana cresceram de maneira sem precedentes em Alegrete. No último ano, um bom número de empresas do segmento vieram para o Município, criando uma grande oportunidade para novos postos de trabalho .

Em razão dessa expansão, diversos trabalhadores realizaram cadastro nas mais diversas empresas de aplicativo de mobilidade urbana em Alegrete. Segundo apurado pela reportagem do PAT, o crescimento foi tão grande que o setor cresceu cerca de 35% nos últimos seis meses.

Quando teremos respeito à cidade em que vivemos, sem lixo descartado em qualquer lugar?

Um fator que ajuda explicar essa expansão é a questão da autonomia no trabalho. Muitos motoristas relatam que você faz seu próprio horário e com isso consegue estabelecer metas diárias de horas de rodagem com o sistema do aplicativo ligado. João Pereira é servidor de uma das empresas de Alegrete e fez questão de destacar que sua renda mensal é muito superior de quando atuava como comerciante,”eu fazia parte de uma agremiação de vendas, no meio de 2023 resolvi sair do emprego e me arriscar nesse mundo das corrida e posso dizer com toda certeza; foi a melhor coisa que fiz”, enfatizou o alegretense.

Alegrete, em todo o ano passado, 485 novos motoristas se cadastraram nas empresas do segmento. Neste ano, esse número já chega a 320 em apenas cinco meses. Um fato que pode explicar esse cresc é que duas novas franquias chegaram ao Município e com isso naturalmente o número de motoristas aumentou.

Dois homem foram presos quando tentavam jogar drogas para o interior do Presídio

Rotativo repassa 16% do arrecadado ao Fundo Municipal de Trânsito

Menina que quer ser policial quando crescer, aborda viatura para tirar foto com PM

A reportagem entrou em contato com gestores de duas empresas especializadas no ramo e recebeu duas explicações que justificam esse exponencial crescimento. Um deles fez questão de enaltecer que o segmento cresce muito, especialmente pela facilidade de ingressar nas empresas “pessoal gosta de trabalhar, não é um trabalho cansativo e além disso gera uma boa receita, o servidor correndo 12 horas por dia, consegue tirar uma renda por volta de R$5.000 mensais. Já o outro coordenador destacou que a cada 10 pessoas, 7 tem carro e isso simplifica o trabalho, “o pessoal quando fica desempregado já procura nos aplicativos uma maneira de ganhar seu ganha pão, logo não quer sair do ciclo de corridas”, disse.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários