O capitão dos Bombeiros que é orgulhoso da sua terra e da sua gente

Participe da sessão Saudade do Alegrete, mande sua história para: email- [email protected]. WhatsApp: 55 999287002.

O capitão dos Bombeiros que é orgulhoso da sua terra e da sua gente
O capitão dos Bombeiros que é orgulhoso da sua terra e da sua gente

Jamais desistir de seus objetivos e sonhos. Assim o alegretense Jonny Dorneles Neri passou por muitos perrengues, mas lutou pelo seu sonho. Ele pontua: nunca desista de seus sonhos mesmo que pelo caminho tenhas que enfrentar turbulências, ao chegar no final verás que valeu cada esforço desprendido”.

Jonny Dorneles Neri, está com 32 anos e é filho de Mara Dorneles Neri e Valdir Vaz de Freitas, natural de Alegrete. Ele ressalta que cresceu sob os cuidados da avó, Maria Dorneles Neri, onde viveu a maior parte da vida no bairro Vila Nova.

No ensino regular estudou integralmente em escolas públicas, ensino fundamental (Osvaldo Dorneles); ensino médio (IEEOA), onde construiu grandes amizades que até hoje perduram e fazem o sentimento bater- lembra.

No ano de 2006, ingressou na universidade URCAMP(Centro Universitário da Região da Campanha) por meio de bolsa de estudos, onde cursou Direito e concluiu a graduação em fevereiro de 2012.

Após, iniciou a vida profissional na advocacia. Jonny acrescenta que, no mesmo ano, com apoio do auxílio da família passou a atuar em seu próprio escritório. Na sequência, em 2013, trabalhou em cargo de comissão como chefe da divisão tributária na Prefeitura de Alegrete.

Longe de Alegrete, pai e filho recomeçam nova vida

“Considerando que sempre almejei o crescimento profissional e a busca por conhecimento, além de tempo disponível para me dedicar as atividades que considerava importantes (me dedicar ao próximo e ajudar no crescimento dos jovens que sonham em ajudar sua família), prestei concurso público, no ano de  2014, para o cargo de agente penitenciário da SUSEPE, profissão que tenho muito orgulho, pois embora perigosa, tive muito acolhimento dos colegas, tendo feito laços de amizade que o tempo e a distância não apagarão”- salienta.

O capitão dos Bombeiros que é orgulhoso da sua terra e da sua gente
O capitão dos Bombeiros que é orgulhoso da sua terra e da sua gente

O alegretense permaneceu no cargo durante sete anos, lotado primeiramente na PASC(penitenciária de alta segurança de Charqueadas) e, após, na PMEC (Modulada de Charqueadas). Durante cinco anos chegou a viajar duas vezes por mês para Alegrete.

Um andarilho pelo Brasil, mas Alegrete não sai do coração

No ano de 2015, ele conheceu a esposa Bruna, na cidade de Charqueadas, uma jeronimense da qual enfatiza que se apaixonou e continua apaixonado. Eles estão casados desde 2017.

O capitão dos Bombeiros que é orgulhoso da sua terra e da sua gente
O capitão dos Bombeiros que é orgulhoso da sua terra e da sua gente

Na sequência, Jonny fala que, depois de longos estudos, prestou concurso, em 2017, para QOEM dos Bombeiros militares (capitão dos bombeiros), um prova com cinco etapas, inclusive com prova oral, na qual obteve aprovação.

Sendo assim, em 2021, ocorreu o chamamento de 53 alunos oficiais para realização do curso e ele teve a felicidade de ser um dos contemplados.

“O curso é extremamente rígido e leva a exaustão tanto física quando intelectual, mas a cada dia eu me sinto mais feliz com a profissão que escolhi, a realização de ajudar seus pares, salvar e proteger vidas, essa missão se encontra viva no CBMRS.

No presente ano há a previsão do término do curso de formação e almejo ser lotado em uma companhia próxima a minha cidade natal a fim de conseguir contribuir com a minha terra e ficar próximo dos meus familiares e amigos que até hoje moram no meu coração” – finaliza.

O alegretense que reside em São Jeronimo e tem uma história linda e digna de inspiração, comentou que, sempre que possível retorna a Alegrete para abraçar a família e diminuir a saudade dos amigos que até hoje moram no seu coração. Ele cita que sente falta das nossas conversas em frente a faculdade e de tomar um chimarrão na Praça dos Patinhos nos finais de tarde.

Participe da sessão Saudade do Alegrete, mande sua história para: email- [email protected]. WhatsApp: 55 999287002.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários