Papo de Responsa faz maratona em escolas do município e conversa com professores e alunos

Na última sexta-feira (09), a Polícia Civil, através da Equipe do Papo de Responsa da 4ª Região esteve presente em duas escolas do município. A Escola Municipal Lions Club e a Escola Estadual Emílio Zuñeda, abriram as salas de aulas para uma conversa.

No Lions, ocorreu um bate-papo com docentes, onde os policiais civis Michele Brombilla e Dante Schimitz conversam sobre “A construção de uma cultura de paz em tempos líquidos”, para um grupo de professores.

Na escola, os policiais apresentaram o Programa de Prevenção da Polícia Civil. A atividade fez parte da semana de estudos pedagógicos da escola e teve como objetivo principal firmar a parceria para que a Polícia Civil realize suas atividades preventivas junto àquela comunidade escolar. A Escola Lions Club, conforme levantamento da Polícia, está localizada em uma região de alta vulnerabilidade social e já formou várias parcerias com instituições que realizam atividades interdisciplinares com os alunos.

A equipe do Papo de Responsa esteve também presente na Escola Estadual Emílio Zuñeda, para conversar com alunos do 1° ano do Ensino Médio.

As escrivãs Débora Prestes e Marla Gislaine conversaram com cerca de 150 alunos sobre “A importância de todos na construção de uma cultura de paz”. Durante duas horas as policiais conversaram com a plateia de jovens curiosos e muito participativos.

“A ideia foi convidar a Polícia Civil para conversar com os jovens e realizar uma reflexão sobre a sociedade que vivemos e o que podemos fazer para que as relações sejam saudáveis”, disse a vice-diretora do Ensino Médio, professora Jussara.

A Escola Emílio Zuneda é uma as maiores escolas públicas da cidade de Alegrete e já é parceira da Polícia Civil desde 2018 quando o Programa Papo de Responsa chegou à região.

Já nesta segunda-feira (12), o Papo de Responsa da Polícia Civil da 4ª região retornou à Escola Estadual Eduardo Vargas. Os policiais civis Michele Brombilla e Dante Schimitz conversaram com os alunos dos 8º e 9º anos sobre “Bullying, o que eu tenho a ver com isso”.

Os alunos protagonizaram o momento realizando diversas perguntas sobre o assunto abordado e também sobre o trabalho da Polícia Civil. O Bullying ainda segue preocupando as comunidades escolares e deve ser trabalhado de forma técnica e esclarecedora, saliente a policial Michele. A ação ainda faz parte dos eventos alusivos à Semana do Estudante que contou com a intensa participação da Polícia Civil da 4ª Região em diversas escolas na cidade de Alegrete.

Júlio Cesar Santos                                                        Fonte e Fotos: Polícia Civil

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *