fbpx

Posse dos vereadores: Fuca assume a presidência da Câmara de Alegrete
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No primeiro dia 1° de janeiro de 2021, os 15 vereadores eleitos em Alegrete tomaram posse. O cerimonial no Plenário Gaspar Cardoso Paines atendeu os protocolos sanitários em prevenção ao novo coronavírus.

Cada vereador convidou uma pessoa para prestigiar o ato oficial no legislativo. A atividade número 1 da Câmara contemplou a posse do prefeito Márcio Fonseca do Amaral e do vice-prefeito Jesse Trindade. O presidente Moisés Fontoura fez a abertura da sessão, onde os novos vereadores  fizeram o juramento.

Após o juramento, o vereador Fábio Maurício Bocão, vereador mais eleito assumiu a mesa e conduziu a sessão para que fosse feita a eleição. Bocão deu 15 minutos para apresentação de chapas, onde foi apresentado duas composições. Uma como presidente a vereadora Firmina Soares Fuca, e outra chapa como presidente  o vereador Glênio Bolson.

Condutor sem CNH sofre acidente e se recusa a fazer o teste do etilômetro

Restaram oito votos para chapa um, encabeçada pela vereadora Firmina, e seis votos para chapa dois, encabeçada pelo pelo vereador Glênio Bolson. A abstenção registrada foi do vereador Anilton Oliveira.

 

O Parque dos Patinhos nesta madrugada e início de manhã era a imagem da inconsequência

Logo em seguida, a sessão passou pelos trâmites regimentais para que o prefeito e o o vice prestasse o juramento. As lideranças tiveram a oportunidade de se manifestarem pela primeira vez na Casa.

Pelo PP, Fábio Bocão, líder da bancada, Anilton Oliveira pelo PT, pelo PDT, quem se pronunciou foi o Eder Fioravante, e pelo MDB, Vagner Fã e  Jaime Duarte pelo Republicano discursaram no plenário.

A reportagem entrou em contato com a nova presidente da Câmara. Fuca é uma das duas mulheres que restaram para esse ano legislativo.

Homem é baleado pelo próprio filho no interior de Alegrete

Ainda sem cair a ficha, a pedetista contou que vai presidir de uma forma eficaz. Prometeu dar seguimento ao trabalho frente a Câmara. Assim como em seu pronunciamento, enfatizou o empoderamento feminino. “Lugar da mulher é aonde ela quiser”, comemorou Firminia Soares.

A vereadora se reservou a responder alguns questionamentos da reportagem, mas deixou claro que a ideia de construir uma nova casa na Zona Leste, foi reivindicação dos colaboradores da Câmara. “O presidente Moises só fez sua obrigação como legislador. Nós vamos passar aqui, eles ficam”, ponderou a vereadora.

Fuca está otimista em seu mandato como presidente logo no segundo ano de legislativo. Quer fazer o melhor e diz estar preparada para o seu maior desafio como vereadora até aqui.

Júlio Cesar Santos


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •