Prédio da Estação Férrea foi desocupado, mas projeto de revitalização, ainda, não saiu do papel

Durante a tarde de quarta-feira(20), a Secretaria de Infraestrutura com apoio da Brigada militar e da Guarda Municipal realizou uma limpeza e também a desocupação na Estação Férrea de Alegrete.

De acordo como Secretário de Infraestrutura, Mário Rivelino, foram realizadas denúncias de que um grupo de pessoas estava no local e que havia uma quantidade expressiva de lixo, além de ter colchões, cobertas e também ser usado para situações que julgavam irregulares.

“Denunciaram que vândalos estavam dormindo dentro da Estação Férrea, por esse motivo, juntamente com a Brigada Militar, realizamos uma ação para a retirada das pessoas e a limpeza no local que está horrível. Estamos trabalhando em busca de um projeto para a Estação Férrea” – comentou.

Ainda na tarde de ontem, foram retirados entulhos e lixos.

Sinaleiras de pedestres foram desativadas

A Estação Ferroviária de Alegrete foi construída em 1903 e  serviu de cenário durante décadas para viajantes de todo o estado, do  país e até dos países fronteiriços. Um local de muitas histórias na cidade, está ruindo.

Uma construção que é um patrimônio no Município, retrata o passado pujante, porém, na atualidade, apresenta um processo de deterioração. São muitos os exemplos, desde o mau cheiro, algo que é quase insuportável de ficar no local, devido a prática de pessoas que descartam lixo irregularmente ou até mesmo fazem as necessidades fisiológicas.

Em contato com o Prefeito Márcio Amaral em outra entrevista sobre o local, ele já havia mencionado a busca por um projeto de revitalização. O que terá que ser realizada com parcerias, pois o prédio é cedido, não é do município. Então, recursos de emendas parlamentares não são possíveis de usar.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários