Sábado, véspera do Dia das Mães, movimentou intensamente o comércio de Alegrete

No sábado(11), algumas horas para o Dia das Mães, uma das épocas mais movimentadas para o comércio, o centro de Alegrete ficou lotado, com clientes comprando presentes aos "45 do segundo tempo".

Na Rua dos Andradas, principal via comercial da cidade, o vai e vem de pessoas foi grande na manhã e tarde de ontem, véspera da data comemorativa. Entre os clientes, havia quem ainda estava em busca do presente ideal, e também aqueles que carregavam diversas sacolas na mão. Em 2024, mesmo diante do cenário atual e da apreensão vivida pelo Rio Grande do Sul, as pessoas demonstram que a figura materna continua a mobilizar muitos corações.

Mulheres de fibra e fé ensinam a enfrentar os dramas da enchente

Moradora do bairro Ibirapuita, a estudante Vanessa Gomes, de 19 anos, contou que gastou mais do que podia, mas que não se arrepende, uma vez que o presente vai para a pessoa mais especial de sua vida. “Comprei um forno que era o sonho dela”, citou.

As lojas que mais se evidenciaram movimento foram as de confecções, calçados e presentes diversos. Algumas pessoas, como o caso de Maria Crestani, enfrentaram uma espera de 20 minutos na fila, que valeu a pena, pois ela conseguiu adquirir o conjunto de abrigo que a mãe tanto desejava.

Os espaços para estacionamentos eram concorridos e quem conseguia uma vaga se considerava sortudo em alguns momentos. Esse movimento foi um alívio para os comerciantes que, durante a semana, destacaram à reportagem do PAT que as vendas estavam aquém do esperado.

Drama familiar: filho abandona o trabalho para cuidar da mãe doente

O Dia das Mães é uma data comemorativa de grande relevância para o comércio. A celebração é um momento para homenagear as mães, agradecê-las pelo amor, carinho e cuidados que nos dedicam ao longo de nossas vidas, além de ser uma oportunidade para presentear aquela que tanto amamos.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários