Vereadores pressionam Prefeitura pela volta às aulas depois da vacinação dos professores
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No período do Pequeno Expediente da última segunda-feira, pelo menos três vereadores  usaram da tribuna para defender o retorno às aulas presenciais nas escolas do município.

O vereador Itamar Rodriguez – Progressistas provocou o assunto na Casa, afirmando que  o ano de 2020 para a educação foi perdido e  se corre o risco de perder 2021. Admitiu não ser fácil  o ensino a distância  pois os alunos ficam muito prejudicados. E que é impossível alfabetizar crianças virtualmente. Lamentou não  ver nenhuma movimentação do Executivo no sentido de vacinar  os professores ”para que possamos ter  as crianças  de volta à sala de aula”. Disse o vereador  que um ano  de aula perdido  equivale a quatro anos de atraso. Por isso, não será fácil perder mais um ano letivo, acrescentou. O vereador  sugeriu que a Câmara realize audiência pública para discutir a volta às aulas com segurança e de forma responsável, concluiu.
Também o vereador Jaime Duarte – Republicanos se pronunciou na mesma linha de raciocínio, manifestando-se preocupado com  a educação no município. As crianças não podem perder mais um ano de aulas. Defendeu que os professores sejam vacinados o mais breve possível, mas que tudo vai depender da diminuição dos casos que graças a Deus está ocorrendo, enfatizou.
A vereadora Dileusa Alves também  se manifestou , dizendo-se preocupada com  a questão da educação. As crianças estão no segundo ano sem aulas presenciais. A criança precisa do contato com os coleguinhas. Que os professores sejam vacinados nos próximos 60 dias  e que se consiga voltar as aulas de forma segura.
Por: Assessoria Câmara de Vereadores- Alair Almeida

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •