Alegretenses participam do maior encontro de trilheiros do mundo

Quatro alegretense vivenciaram um final de semana de muita adrenalina, emoção e aventura.

Dailson Severo, Diego Silveira, Éder Baioto e Rodrigo Aurélio, integram o Grupo Trilheiros do Alegrete, e mais uma vez representaram a 3ª Capítal Farroupilha no maior encontro de trilheiros do mundo.

O quarteto participou de mais uma edição do Banalama, na cidade catarinense de Corupá. Foram mais de 5 mil participantes, em 4 dias marcados com muitos shows, apresentações radicais entre os dias 14 a 17 de julho.

Idosos agora são o alvo de quadrilhas de golpistas

No domingo (17), o tradicional trilhão com aproximadamente 60 km de percurso passou pelas paisagens da região, incluindo os bananais, marca registrada do encontro o Bananalama.

Arrombamentos continuam na Zona Leste, agora foi na Saint Pastous

O Bananalama 2022 – Oferecimento Sportbay quebrou o próprio recorde em uma edição histórica. Trilheiros de 19 estados do Brasil, além de pessoas vindas da Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile, somaram 5138 inscrições, fazendo deste o maior encontro do mundo. Delas, 5102 foram validadas.

Qual teria sido a causa da bota solitária depois de festa no fim de semana

A festa, que reuniu cerca de 60 mil pessoas, aconteceu no Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Corupá, cidade localizada a 70 quilômetros de Joinville (SC).

As motocicletas como sempre prevaleceram, um total de 4786, seguidas por 243 quadriciclos e 109 UTVs. A marca registrada no Guinness Book pelo evento em 2012 é de 2.456 inscritos.

Porém, na última edição, em 2019, antes da pandemia, foram 5.031. Os números refletem o sucesso e o ronco dos motores soou como música para os ouvidos da galera que é apaixonada pelo universo off road, arrepiando também a todos que assistiram a largada.

Acidente entre carro e moto deixa um ferido na Assis Brasil

Eduardo Appel, responsável pela Arsenal Eventos, comemora a reinvenção do Bananalama. “Desde que assumimos a organização em 2019, investimos na profissionalização, no planejamento, marketing, e com o apoio do Clube de Trilheiros Bananalama, realizamos um grande trabalho. Agradeço a todos que colaboraram de alguma forma e aos que nos prestigiaram, sem vocês nada disso seria possível”, afirma.

A tradicional trilha de domingo foi o ponto alto do encontro, um percurso com 60 quilômetros passando por belas paisagens da região, incluindo muitos bananais.

Para o quarteto de Alegrete, o evento é inesquecível. Uma realização de um sonho para um trilheiro. “É algo indescritível, estar ao lado de pessoas que compartilham o mesmo gosto, fazer novos amigos, rever os antigos. A emoção é muito grande. Fica um sentimento de gratidão”, resumiu o alegretense Éder Baioto.

Novidades marcaram a programação, como a trilha para big trail no sábado, que reuniu 72 motos de maior cilindrada para uso em todo terreno. Ainda fizeram parte da agenda o Bananalama Expo – Oferecimento CFMOTO, voos panorâmicos no helicóptero da Sportbay, passeio no balão da Can-Am, test ride dos quadriciclos e UTVs da Can-Am e CFMOTO, um grande espetáculo de manobras das equipes Pro Tork na Arena Radical Rede de Postos M7 e shows nacionais com Bruninho e Davi e Max e Luan.

E para fechar com chave de ouro, houve o concurso que distribuiu 11 motos 0km entre os participantes. As seis Yamaha TT-R 230 saíram para Marcelo Cruzzeta, Evandro Kloki, William Oliveira, Edemar Danker, Murilo Frois Miranda Filho e Jonathan Rodrigues. As quatro CRF 250F Pró foram para Carlos José de Souza, Luciano Cesar Schuenke, Maurycio Perizzolo e Pablo Henrique Zatorski Souza. E a KTM 450 EXC-F ficou com Derik Deily Almeida.

Os números do maior encontro de trilheiros do mundo impressionam, com 5.138 inscritos, válidos 5.102. Foram 4.786 motocicletas, 243 quadriciclos, 109 UTVs, um público de 60 mil pessoas e cerca de 1 milhão de negócios.

Mortandade de abelhas no Parové ultrapassa 300 mil de prejuízo

O “Maior e melhor encontro de trilheiros do mundo”, o Bananalama começou em 2004. Realizado pelo Clube de Trilheiros Bananalama de Corupá (SC), cidade localizada a 210 quilômetros de Florianópolis, capital brasileira da banana, o evento está na 14ª edição e reúne milhares de apaixonados pelo off-road de todo o Brasil e também da América do Sul. São quatro dias repletos de atrações como sorteio de prêmios, passeio na trilha, apresentações de manobras radicais, shows musicais, arena de exposições e muito mais. Em 2010 e 2013, o Bananalama entrou para o livro dos recordes – O Guinness Book – como o maior encontro de trilheiros do mundo. Mais de quatro mil participantes de motos, além de centenas de quadriciclos e UTVs garantiram este feito. Em 2019, o evento registrou 5.031 inscritos. O objetivo do encontro é manter vivo o espírito esportivo, com responsabilidade ambiental e social, além de divulgar e movimentar o turismo do município de Corupá e do Estado de Santa Catarina.

Fotos: Trilheiros do Alegrete

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários