Cabrito quebra rotina na APAE de Alegrete

"Que seja o prenúncio de notícias boas e um ótimo final de ano" - comentou a diretora da APAE Ana Cristina da Costa.

Cabrito quebra rotina na APAE de Alegrete
Cabrito quebra rotina na APAE de Alegrete

A observação foi em razão de uma visita inusitada na manhã de segunda-feira(22). Um cabrito que chegou por volta das 7h na entidade e gerou muita curiosidade e surpresa.

Ana Cristina divulgou fotos na página da Apae para localizar o proprietário do animal. Ela disse que ele ficou na sombra, bebeu dois “baldes” de água e ficou pastando. Mesmo assim, por não saber se o animal era dócil ou não e, por prevenção, não deixou as crianças se aproximarem.

Pai, mãe e filho são presos por tentativa de homicídio e posse ilegal de arma

O cabrito que lembra uma rena, fez sucesso no local. Pouco tempo depois, o proprietário que reside logo depois da Ponte e é conhecido como Pedro das Cabras esteve na APAE e levou o visitante para casa.

A APAE de Alegrete tem 55 anos de fundação e trabalho aqui na cidade. Mesmo na pandemia, a entidade nunca deixou de atender. A equipe continuou com trabalho híbrido, realizando acolhida dos encaminhamentos.

A trajetória da APAE de Alegrete reflete a determinação de seus colaboradores, voluntários e apoiadores para que os serviços essenciais e necessários continuem beneficiando centenas de atendidos.


De caráter público, sua história lá no início se deu por iniciativa de um grupo de pais que tinham filhos com deficiência. O intuito era oferecer condições adequadas para o desenvolvimento dessas crianças e proporcionar a inclusão delas na sociedade.

2020, o ano de homicídios cruéis que chocaram a cidade

A APAE tem uma equipe multidisciplinar que trabalha com amor e dedicação, com pessoas que apresentem alguma deficiência, porém, muito especiais como seres humanos.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários