Desentendimento entre patrão e empregado vai parar no plantão da DP
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um homem procurou a Delegacia de Polícia após receber ameças e injúrias do, agora, ex-patrão.

Segundo informações, a vítima descreveu aos policiais que estava afastado das suas atividades laborais em razão de uma gripe, portanto, havia suspeita de que poderia ser Covid. Depois do período de afastamento, indicado pela Secretaria de Saúde do Município, ele retornou ao estabelecimento para receber 11 dias de férias.

 

 

Ao chegar no local foi recebido pela esposa do proprietário que pagou o valor referente aos dias (R$ 596,00). Momento em que o ex- funcionário solicitou comprovante, mas ouviu uma suposta acusação da mulher e posteriormente o proprietário do local foi em sua direção e teria feito um gesto que ele supunha que seria de uma tentativa de agressão, sendo impedido por uma outra mulher que estava no estabelecimento comercial e seria irmão do empresário.

 

Desta forma, a vítima também ouviu que não estaria doente, que a gripe teria sido uma desculpa para não ir trabalhar. Diante dos fatos, o ex- funcionário decidiu fazer o registro e o desejo de representar contra o acusado.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •